JESUS, O BOM PASTOR


João 10: 11-21

A maior prova de Deus para a humanidade se encontra na morte e ressurreição do Seu Filho, Jesus Cristo. É a maior prova de amor e a realização que as promessas feitas por Jesus não eram promessas vãs. Elas eram eternas e vivas. O amor de Deus se vê exatamente na morte do Cristo na Cruz. O Filho amado é entregado como um sacrifício perfeito por todos nós. Contudo a ressurreição nos lembra que esse amor não era somente temporal, mas eterno. Através de Jesus, temos vida, e vida abundante.

As palavras do evangelho de João lembram de tal amor, “de tal modo amou Deus ao mundo...” Tais palavras tocam o mais profundo do coração do homem e nos levam a profundo arrependimento.

A morte e ressurreição é a maior prova de que Jesus é sem nenhuma dúvida o BOM PASTOR. Todos os líderes e fundadores de outras religiões são um reflexo distorcido, incapazes de prometer com plena certeza aos seus seguidores a vida eterna. Somente Jesus é capaz de fazer e cumprir tal promessa.

Jesus conhece Suas ovelhas. A questão é, será que Ele te conhece? Esta é a pergunta mais importante que qualquer homem pode fazer. Você deve buscar o seu coração, orar pela confirmação do Espírito Santo e ter certeza da salvação que os cristãos temos em Cristo Jesus. Se seu nome está escrito no Livro da Vida, então alegra-te porque as promessas da vida eterna são para Ti.

Sou consciente que existe uma moda hoje no Brasil de que muitos se dizem evangélicos, ou crentes, contudo isto não é prova de salvação. Se eles são verdadeiros filhos de Deus, então afirmam com alegria de coração as seguintes Escrituras:

1. vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz (João 10:4b)
2. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus (Romanos 8:14)
3. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele (Romanos 8:9)

Tome um tempo para refletir sobre sua conversação, e ver se foi real ou fruto de um momento de emoção. Jesus é o bom pastor, e Ele está buscando o seu rebanho para cuidar dele. Tenha sempre confiança de qualquer que sejam as dificuldades que você enfrenta, Jesus está cuidando de Ti. E ele não te abandona.

ORAÇÃO

SENHOR, Deus, obrigado porque encontrei a paz perfeita pela segurança que tenho de que você é o Bom Pastor. Cuida de minha vida e da minha família. Por Jesus Cristo, nosso Salvador. Amém.

0 comentários:

OS ATRIBUTOS DA VIDA CRISTÃ


Hebreus 13: 1-14

Uma razão pela qual Cristo deu sua vida por nós, é que Ele adquiriu um povo peculiar, zeloso para boas obras (Tito 2: 14). Se tem lido os últimos devocionais poderá ver, como já aprendemos, que nós pertencemos ao Senhor, a partir de um texto de Êxodo.

No texto de hoje, o crente está chamado a mostrar certos atributos cristãos, como têm sido exibidos por Cristo. Estes são amor, hospitalidade, pureza, humildade, entre outros. Todos estes atributos nos ajudam a examinar pessoalmente nossa temperatura espiritual à luz da Palavra de Deus. A partir deste texto bíblico, podemos considerar se estamos obedecendo ao Senhor e seguindo os caminhos de Deus, ou, pelo contrário, estamos longe demais do ideal cristão.

Tome um momento para responder às seguintes perguntas, será que tais atributos são evidentes na sua vida como cristão? Ou será que simplesmente lembramos daquelas partes das Escrituras que mais nos agradam?

Não é difícil encontrar cristãos que tenham se afastado do caminho do Senhor, devido às muitas pressões deste mundo. As mudanças constantes chegam a causar dúvidas, e as vozes discordantes nos fazem questionar aquilo que uma vez era certeza. Hoje encontramos cristãos que vivem longe do ideal cristão apresentado pela carta de Hebreus.

Diante de tantas lutas e conflitos, sempre poderemos confiar no nosso Senhor, Jesus Cristo, que nos dá graça para viver por Ele (v. 8). Os discípulos de Jesus eram chamados Cristãos pelas qualidades que possuíam (Atos 11:26).

Está sendo um embaixador de Cristo na sua família, escritório, escola, etc.?

Lembre-se sempre que somos a luz e o sal da terra. Somos uma epístola viva para aqueles que convivem conosco. Seja um exemplo nas suas ações e palavras, seguindo o maior exemplo de todos, Jesus Cristo. Como peregrinos, estamos de passagem nesta terra em direção ao Novo Céu e a Nova Terra. Sejamos assim exemplos do evangelho vivo e trabalhemos para fazer visível o Reino de Deus (Hebreus 13:14; Col. 3:1-2).

ORAÇÃO

Senhor, Deus Todo-poderoso, permita que a beleza da santidade de Jesus seja vista em mim, hoje e sempre. Pelo Senhor, Jesus Cristo. Amém.

+

0 comentários:

SOMOS PROPRIEDADE DE DEUS


Êxodo 13: 1-6

No texto de hoje, o Senhor instruiu a Moisés que dedicasse cada primogênito de Israel a Ele (vv. 1-2). Eles deviam ser considerados propriedade do único Deus verdadeiro.

Os primogênitos sempre têm sido considerados como filhos especiais em muitas das sociedades do mundo até recentemente. Eles eram uma causa de muita alegria e felicidade, porque eram a promessa de que a família continuaria adiante. Portanto, consagrar o primogênito para o serviço a Deus definia a posição que Ele ocupava na vida deles.

Isto nos leva à pergunta de hoje, Será que Deus tem um lugar na sua vida?

Deus não quer ser o segundo na sua vida, ou um pensamento quando tem finalizado de realizar todas as outras atividades do dia. Deus deseja o melhor que temos. Ele requer de nós oferecer nossas vidas como um sacrifício vivo (Romanos 12:1-2).

Uma das proibições curiosas para nós se encontra na proibição de usar fermento na preparação da comida da celebração da Páscoa, contudo tal proibição é significativa. O fermento simboliza a corrupção, artificialidade, maldade e impureza moral (Ex. 12:19; I Cor. 5: 6-8). Deus ajudava a lembrar aos filhos de Israel a necessidade de permanecer puros e obedecer aos Seus mandamentos.

Será que somos puros de coração, mente e pensamento?

Como os filhos redimidos do Senhor, necessitamos estar consagrados somente a Ele. Abandonar toda classe de corrupção e estar unidos à Videira (João 15:5). Que as nossas ações nos deixem marcas visíveis para todos verem que nós pertencemos a Cristo.

ORAÇÃO

Ó Senhor, ajuda-me a oferecer meu corpo, como um sacrifício vivo, santo e agradável a Ti. Pelo nosso Senhor, Jesus Cristo. Amém.

+

0 comentários:

SOMENTE PARA MEMBROS


Êxodo 12: 43-51

Uma das evidências do texto de hoje é que a Páscoa era exclusiva para os membros do povo de Israel. Nenhum estrangeiro devia comer dela. Esta comida era somente para os filhos de Israel. Em outras palavras, poderíamos dizer que era uma comida somente para a família, e não para todo o mundo.

Se consideramos a continuidade do pacto entre os dois Testamentos, devemos concluir do mesmo modo que a Santa Ceia do Senhor, também chamada de Santa Comunhão, não é para todo o mundo. Somente para aqueles que formam parte do povo de Deus, a Igreja de Jesus Cristo, una santa, católica e apostólica.

John Murray escreveu, “Nem todos sem distinções são elegíveis para vir à Mesa do Senhor... é para os discípulos.”

Louis Berkhof diz em um dos seus livros, "O sacramento é para crentes que prontamente se arrependem dos seus pecados, confiam que estes tem sido limpos pelo sangue de Jesus Cristo, e estão desejosos de aumentar sua fé, e crescer na verdadeira santidade."

Além da Santa Comunhão, que é nossa comida pascal, Deus tem outras bênçãos especiais para os membros da Sua família. Não todos podem desfrutar delas, e se vamos a recebê-las, devemos estar prontos para confessar, amar e obedecer ao nosso Senhor, Jesus Cristo. Vamos hoje a nos aproximar a Deus e ser abençoados na Sua presença preciosa.

ORAÇÃO

Ajuda-me, preciosíssimo Deus, a seguir-te sempre e em todo momento, permanecendo no Teu rebanho e sendo um fiel discípulo do Teu Amado Filho, Jesus Cristo, assim possa receber sempre as muitas e maravilhosas promessas que tem feito ao Teu povo. Mediante Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

+

0 comentários:

UMA HISTÓRIA PARA CONTAR 


Leitura Bíblia: Êxodo 12:23-32

Deus prometeu através de Moisés que iria castigar de forma severa o Egito. Ele fez isso através do que hoje tem sido chamadas as Dez Pragas do Egito. Tais pragas foram enviadas sobre essa nação, porque o faraó não permitiu aos filhos de Israel adorar ao único Deus vivo e por não deixá-los ir embora.

Na leitura de hoje, Deus executa Seu julgamento final sobre o povo do Egito. Ele mata todos os primeiros filhos nascidos dos homens e dos animais. Tal devastação sobre Egito é causada pela constante desobediência de faraó contra a ordem direta de Deus. Esta ação de Deus leva à libertação dos filhos de Israel; finalmente são livres de novo depois de muitos anos de opressão e escravidão. Deus mostra para o faraó de forma plena quem é o Deus Todo-poderoso, e que Ele faz aquilo que diz que vai fazer. Deus também ordena a Israel que eles devem continuar contando a história para os seus filhos para manter vivo este evento em cada geração.

Manter viva a história nos ajuda a lembrar quem é o nosso Deus. E percebemos que nosso Senhor é o Deus Todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra. Não importa quais problemas você esteja enfrentando neste instante, e por quanto tempo tenham durado. Hoje pode ser o dia da vitória. Hoje pode ser o dia que Deus Todo-poderoso o liberte da sua situação e sejas livre das lutas que tem enfrentado por tanto tempo. Jesus nos diz, “para Deus nada é impossível” (Lucas 1:37).

Talvez você já tenha esquecido as outras ocasiões nas quais Deus lutou por sua causa e te ajudou a vencer outras situações contrárias. Se toma um momento, tenho certeza que poderá lembrar outras vitórias que você teve na sua vida pela obra maravilhosa de Deus. Contudo esqueceu de seguir contando, e lembrando, perdendo a fé e a confiança no que Deus é capaz de fazer na sua vida.

Os nossos filhos precisam escutar dos nossos lábios e ver nas nossas vidas aquilo que Deus tem feito por nós. A herança das próximas gerações se encontra em Cristo. Nosso Senhor, Jesus Cristo, nos resgatou do pecado e nos libertou da morte, nos deu vida eterna e nos fez filhos do Deus vivo. Não podemos ficar calados. Precisamos contar e compartilhar nossa história para nossos filhos, ensinar as Escrituras, a fé dos nossos pais (da Igreja) e daqueles que viveram antes de nós. Somos peregrinos nesta terra. Estamos caminhando na senda que nos leva à Cidade de Deus. Todos temos uma história para ser contada. Compartilhemos com nossas famílias. Vivamos nossa fé em comunidade, juntos.

OREMOS

Senhor, Jesus Cristo, muito obrigado por ter me salvado e escolhido para ser parte da Sua Igreja. Ajuda-me a compartilhar as boas novas com alguém hoje. Me dá palavras de sabedoria e amor pelas pessoas que encontro e que precisam ouvir a história de salvação de Deus. Envia o Teu espírito para ser capaz de usar as palavras que transformem os corações endurecidos do homem, e levar as pessoas diante da Cruz. Pelo nosso Salvador, Jesus Cristo. Amém.

+

0 comentários:

O DIA QUE NUNCA SE ESQUECE


Leitura Bíblica: Êxodo 12:14-22

Se você toma um momento, poderá encontrar um dia na sua vida que nunca esquece, porque foi um evento muito especial na sua vida. Pode ser um aniversário, quando conheceu sua esposa, o dia do casamento, ou quando nasceu seu filho. Estas são somente algumas das muitas ocasiões que existem para celebrar e lembrar com alegria.

Lembrar os dias especiais, nos ajudam a não esquecer a importância o significado desses dias para as nossas vidas. Por isso, celebramos aniversários de casamento, nascimento, inclusive dias que dedicamos a profissionais de diversas áreas. As nações têm dias onde celebram datas importantes na história desse país. Por exemplo, 4 de Julho nos USA, 12 de Outubro na Espanha, e 7 de Setembro no Brasil. Geralmente, existe mais de uma data que os povos celebram durante o ano, e assim revivem sua história como nação.

Os filhos de Israel foram ordenados por Deus, a separar um dia especial para lembrar a grande libertação que Ele deu a Israel quando resgatou o povo da opressão de Egito. Este dia especial tinha que ser um dia para desenvolver uma atitude de agradecimento e ação de graças. Esse dia era quando a festividade da Páscoa era celebrada. No Novo Testamento, esta festividade seria transformada pelo próprio Jesus na celebração da Santa Comunhão ou Ceia do Senhor, popularmente conhecida como a Eucaristia. Leia cuidadosamente Êxodo 12:16-22, e perceba as instruções especificas que receberam para ser observadas.

Através dos séculos, a Igreja tem desenvolvido um calendário cristão para lembrar datas importantes da vida e ministério de Jesus Cristo, e da história da igreja primitiva. Este calendário está formado por dias especiais, chamados de santos. São chamados de santos, porque são separados de outros dias para nos lembrar alguns eventos importantes na nossa história redentora. Não têm a mesma característica das festividades do Antigo Testamento, porque não foram ordenados diretamente por Deus. Segundo, a obediência dos mesmos não é necessária para a salvação. Uma vez dito isto, estes dias nos ajudam a lembrar de forma especial eventos destacados da vida de Jesus. Assim, nos lembramos que a Igreja é uma nação santa, um povo escolhido, e como tal celebramos aquelas datas especiais da nossa história.

E na sua vida, há alguma data importante para ser lembrada? Você lembra qual foi o dia em que Jesus te chamou ao teu encontro com Deus? Você toma tempo para celebrar a vida e ministério de Jesus Cristo na vida da sua família? Você tem celebrado alguma vez o Calendário Cristão?

Se você nunca tem orado pelo perdão dos seus pecados e confessado a Jesus Cristo, como Senhor e Salvador, sendo consciente que somente Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida, hoje, poderia ser um dia para ser lembrado na sua história.

ORAÇÃO

Obrigado Senhor, Jesus Cristo, pelo que você fez na Cruz por mim. Me ajude a que cada dia me lembre o que você tem feito por mim. Desejo viver por Ti cada instante da minha vida. Senhor, somente em Ti confio e somente Jesus tem palavra de vida eterna. Obrigado Senhor.

0 comentários:

NÃO EXISTE CAMINHO SEM COMUNHÃO


Leituras Bíblicas: 1 João 5:4-12 | João 20:19-29
3 de Abril, Primeiro Domingo depois da Páscoa

Hoje faz uma semana que estávamos celebrando a ressurreição do nosso Senhor. Que glorioso instante na história da humanidade nos lembramos no domingo da Páscoa.

Na leitura de hoje, Jesus aparece aos seus discípulos depois da ressurreição. Os discípulos estavam reunidos em um lugar secreto, estavam com medo e temor, e Jesus aparece e dá uma palavra de paz para eles. A paz faz desaparecer o temor e o medo, e conforta os corações.

Não só Jesus conforta os corações, vai além disso, “Recebam o Espírito Santo. Se perdoarem os pecados de alguém, estarão perdoados; se não os perdoarem, não estarão perdoados” (vv. 22-23).
Imaginem a mudança da história que tais palavras causaram nos discípulos. De estar escondidos e com medo a receber o Espírito e a autoridade pelo poder do Senhor, Jesus Cristo. Aquele momento mudou a história dos apóstolos e, sem dúvida, da Igreja. Porém, não sei se perceberam que dois dos discípulos não estavam presentes. Judas que tinha se suicidado depois de trair a Jesus; e Tomás que não temos certeza onde se encontrava. Tomás perdeu um momento histórico, porque não estava presente. Às vezes, perdemos muito mais do que imaginamos, porque não estamos na congregação do povo de Deus. Possivelmente, se Tomás houvesse estado presente, ele não houvesse duvidado da ressurreição de Jesus. Observe a condição na qual ele acredita na ressurreição (v. 25) e a resposta do Senhor (vv. 29). Sejamos atentos à nossa fé, e ao que realmente acreditamos de verdade.

Amado, será que você realmente acredita no Senhor, Jesus Cristo, como Mestre e Salvador da sua vida? Será que tomas seriamente os cultos dominicais e outros encontros da Igreja? Será que sempre chega pontual no culto como sendo um encontro com Deus? Será que muitas das dúvidas que existem no coração não são frutos de estar longe da presença de Deus? Será que nem estás frio nem quente por causa da sua distância com Deus?

Irmãos, tomemos um tempo para considerar estas coisas, não endureça seu coração, e esteja pronto a responder à chamada do Senhor para renovar dia a dia a comunhão com Deus e com os irmãos na congregação dos justos.

ORAÇÃO

Caro Senhor, Deus Todo-poderoso, estou aqui, ajuda na minha falta de fé, renova minhas forças cada dia, e permita que eu esteja sempre pronto para vir ao Seu encontro. Me ajude a ser fiel congregando com o povo de Deus e adorando-Te na beleza da Sua santidade. Amém.

+

0 comentários:

O PLANO ORIGINAL DE DEUS PARA O MATRIMÔNIO


Leitura Bíblia: Mateus 19:1-12

Os fariseus sempre tentavam desacreditar Jesus. As Escrituras nos mostram que a intenção deles era "testá-lo." O Senhor aproveitou tal situação para ensinar sobre o plano de Deus para o casamento. A pergunta deles era se existia algum motivo pelo qual um homem podia se divorciar de sua esposa. A resposta de Jesus nos leva de volta ao início. Ele mostrou o plano antes da queda.

- No inicio, o plano de Deus era um homem e uma mulher (v. 4).

- Não era para pessoas do mesmo sexo (v.4)

- O homem se unia à sua esposa (v.5).

- O divórcio não era permitido (v.6).

Quando Jesus explica o motivo pelo qual Moises permitiu o divórcio, foi pela dureza do seu coração. Isto nos leva a perceber a importância do perdão no casamento e na vida. Toma um momento e observa onde estás e o que estás fazendo; é o plano original de Deus para ti desde o início.

ORAÇÃO

Amado Senhor, por favor me leva de volta ao Teu plano original para minha vida.

2 comentários:

A HISTÓRIA DO CORDEIRO


Leitura Bíblia: Êxodo 12:1-13

Uma das principais narrativas da Bíblia é a história do cordeiro. Se encontra em toda a Bíblia, começando com a história de Abraão onde se pede dele que sacrificasse seu filho Isaac, depois a Páscoa no Egito até chegar a Ceia Pascal com Jesus e seus discípulos. Em todos estes casos, um cordeiro é oferecido, como um sacrifício pelos pecados.

O evento que aconteceu antes do Êxodo coloca o estágio para o povo ir do cativeiro do Egito (escravo do pecado) a Deus. O sangue do Cordeiro Pascal foi o que protegeu o povo do anjo da morte. Jesus é o Cordeiro de Deus e Ele pagou nossa dívida (pelo pecado) com Seu sangue. Somos perdoados se aceitamos Seu sacrifício, e assim como Israel foi salvo do cativeiro, somos salvos também.

ORAÇÃO

Caro Pai, acredito e agradeço por enviar Jesus, como Teu cordeiro que morreu pelo mundo. Confio em Ti. Ajuda-me a vencer o pecado em mim. Por Jesus Cristo, Amém.

+

0 comentários:

PORQUE USAMOS O TERMO REVERENDO?


Hoje quero tomar um momento para explicar os motivos pelos quais usamos o termo ‘Reverendo’ para referir-nos aos nosso diáconos e presbíteros. Existem costumes diversas em cada igreja cristã, e nas diversas denominações, por este motivo acredito ser relevante explicar e dar a conhecer o que nos leva as nossas práticas, como igreja reformada e uma igreja firmemente estabelecida na Palavra Fiel.


No Anglicanismo, o diácono e o presbítero tem obrigações e funções diferente de outras igrejas que usam o mesmo termo. Eles são “pastores,” e são ministros ordenados. Este artigo não trata das responsabilidades e deveres dos ministros, contudo achei oportuno esclarecer este ponto. Já que usamos o termo ‘Reverendo,’ tanto para Diáconos como Presbíteros. Sua origem é difícil de ter certeza plena, contudo este foi o termo mais usado nas igrejas protestantes a partir da Reforma Protestante no século 16.

A palavra "Reverendo" tem sua raiz no latim, reverendus, que significa respeitar ou honrar. Sou consciente que vivemos um momento histórico complicado quando consideramos a questão de honrar e respeitar os líderes, devido a que uma das características da pós-modernidade é a rejeição por títulos, instituições e compromisso com a ordem. Já se tem provado através de pesquisas e dissertações que a luta na pós-modernidade é desestruturar os dogmas e as tradições que surgiram ao longo da história. O ideal do homem contemporâneo parece ser vivenciar todas as coisas de maneira informal e espontânea, isso se aplica também às questões religiosas.

Se observamos o espectro religioso atual, observamos o crescente número de comunidades cristãs que rejeitam a própria história da Igreja Cristã e as tradições da Cristandade. Existem um desejo de manter a cultura do entretenimento, tão presente na nossa cultura, inclusive nos cultos cristãos. Esta questão deverá ser tratada em outro texto, já que o objetivo deste texto é compreender melhor o uso do termo ‘reverendo’ na tradição cristã.

2 comentários: