5 frases que mudaram o mundo



Existem lemas e frases que tem mudado a forma de pensar de uma geração ou, inclusive, de uma nação. Na atualidade, somente precisamos ser atentos à publicidade da TV para perceber a importância que os lemas tem para transmitir uma idéia.


As Cinco “Solas” formaram a fundação do que seria uma visão elevada de Deus. Estas cinco frases em latim, são conhecidas como as 5 Solas, porque todas começam com a palavra em latim que significa "somente." Estes cinco lemas e aquilo que afirmavam, era a força motora da Reforma Protestante da Igreja no século 16. Estas cinco afirmações declaram o que o próprio Deus tem dito e feito.

A experiência de Lutero foi exponencial quando descobriu a doutrina considerada como o centro da Reforma Protestante: a justificação mediante a graça pela fé. Contudo estaríamos errando e perdendo o contexto histórico, se esquecemos que as idéias de Lutero não eram novas. A maior diferença com as tentativas anteriores é que Lutero conseguiu propagar suas idéias, como nunca antes, e o movimento se espalhou como fogo por toda Europa para nunca mais deixar de existir.

É importante lembrar aqui que a Reforma Protestante começou muito antes. Tiveram várias tentativas de mudança nos séculos anteriores. Entre as mais importantes, se encontram aquela liderada por Peter Waldo (1140-1217) e a igreja Valdense que seria estabelecida no Norte da Italia. Na Inglaterra, John Wycliffe (1324—1384) e os Lobardos que uniriam forças com os outros reformados ingleses para proclamar as idéias da Reforma Protestante e dando a luz à Igreja Anglicana. Wycliffe teve um impacto na vida e obra de John Huss (1372-1415) e seus seguidores na Bohemia que estabeleceriam a Igreja Morava. Todos estes homens e muitos outros são reconhecidos como percursores da Reforma Protestante. Porém, deveriam ser considerados os primeiros reformadores.

É importante destacar que o desejo destes homens, e do próprio Lutero, não era formar uma nova igreja ou denominação ou ministério, como acontece com tanta facilidade nos dia de hoje. Eles desejavam reformar a Igreja Católica Romana de todos os erros, abusos e práticas errôneas. Infelizmente, isto não foi possível, e o resto é história.

Sola Scriptura | Somente pela Escritura


O ÚNICO FUNDAMENTO sobre o qual a vida cristã é estabelecida, sendo as Escrituras a única regra infalível e suficiente para toda doutrina e vida cristã, tendo nela todas as coisas necessárias para a salvação.


Sola Scriptura nos lembra que somente a Bíblia é a única Palavra de Deus inspirada e infalível. Sendo assim a Bíblia a perfeita Palavra de Deus, ela é acessível a todos, e fácil de ser compreendida.

Sola Scriptura significa que a Bíblia é a revelação aos homens para salvação através da fé em Cristo. Cristo é Deus encarnado, Deus feito homem. Jesus e a Bíblia são a única revelação especial, e formam a perfeita revelação de Deus, juntamente com a revelação geral.

Por esta razão, a pregação e ensino fiel das Escrituras Sagradas que o Espírito Santo traz o evangelho até nós.

"Consequentemente, a fé vem por se ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo" (Romanos 10:17).

"Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue?" (Romanos 10:14).

A pregação é uma proclamação pública do evangelho de Cristo. A pregação ensina aquilo que as Escrituras contém para edificação do povo de Deus em toda verdade.

"Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra" (2 Timóteo 3:16).

Nas Escrituras sagradas, encontramos tudo o que precisamos para crescer para toda boa obra. Todas as instruções se encontram na Bíblia para poder viver uma vida santa, conforme a vontade de Deus. Tudo o que precisamos conhecer e aprender se encontra na Palavra de Deus. Tudo o que precisamos conhecer de Deus e sua vontade se encontra na Bíblia. Somente as Escrituras Sagradas têm a verdadeira Palavra de Deus escrita para a Igreja de Cristo. Não existe outra autoridade final além das Escrituras.

A tradição e a razão nos ajudam a compreender as Escrituras, contudo estas não são iguais à Palavra de Deus. Elas estão submetidas à autoridade suprema e última da Bíblia. Não devemos cometer o erro do passado de adaptar os ensinos de Cristo e os mandamentos de Deus às nossas culturas e tradições, ou aquilo que a Bíblia ensina ou significa para mim. Os fariseus cometeram o erro de adicionar ensinos além daqueles que as Escrituras ensinavam, como parte da vida religiosa do povo de Deus. Jesus diz, "Assim vocês anulam a palavra de Deus, por meio da tradição que vocês mesmos transmitiram. E fazem muitas coisas como essa" (Marcos 7:13). Também, o Senhor diz aos Saduceus sobre a ressurreição, "Vocês estão enganados porque não conhecem as Escrituras nem o poder de Deus!"(Mateus 22:29).

Todas as igrejas têm tradições que seguem de uma forma ou outra. Jesus não levantou sua voz contra todas as tradições, mas contra as tradições dos homens que introduziam práticas e costumes que distorciam os ensinos da Palavra de Deus. O próprio Paulo escreveu, "Portanto, irmãos, permaneçam firmes e apeguem-se às tradições que foram ensinadas a vocês, quer de viva voz, quer por carta nossa" (2 Tessalonicenses 2:15).

Nada deve ser ensinado ou requerido dos cristãos que não tenha claramente ensinado na Bíblia, e tenha clara prova da mesma nas Escrituras. Nada deve ser adicionado aos claros ensinos de Cristo e aos Mandamentos da Lei de Deus. Assim, a Bíblia é a suprema autoridade final em todas as questões de teologia, doutrina e cosmovisão.

Sempre devemos nos perguntar, "o que a Escritura ensina sobre uma questão?" Isto é o que devemos fazer, pensar e atuar sempre.

Sola Gratia | Somente pela graça


O ÚNICO MÉTODO é o amor infinito de Deus pela Sua Igreja e os escolhidos a ser parte desta nova família em Cristo. Tal amor se mostra através da Sua graça, sem depender do homem ou coisa alguma além da perfeita vontade de Deus.


"Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8-9).

A salvação é pela graça. A graça é o imerecido dom de Deus para o homem. O homem não pode fazer nenhuma coisa para receber o mesmo. Assim Deus mostra o Seu eterno amor por todos nos. Ele nos dá o perfeito presente para ser vivido em cada instante da nossa vida. Esta é uma obra perfeita e plenamente realizada somente por Deus.

"pois é Deus quem efetua em vocês tanto o querer quanto o realizar, de acordo com a boa vontade dele" (Filipenses 2:13).

"Vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados,... deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos" (Efésios 2:1, 5).

Somente pela graça, porque Deus precisa derramar vida à natureza morta do homem através do Espírito Santo para que assim possamos exercer fé para a vida.

A salvação se faz em Cristo possível, sem ter que fazer nada para ganhar ou merecer a mesma. Toda a obra redentora é a obra da Trindade sobre nós. Portanto, recebemos o presente gratuito da graça de Deus, nós que não merecemos tal dom.

Esta maravilhosa graça deve ser celebrada e desfrutada por aqueles que acreditam, como forma sua motivação para a vida e suas ações para louvor do Senhor. Nos permite mudar o próprio foco do eu para Ele.

A graça sempre nos lembrará do que Deus tem feito todo por todos nós, assim não precisamos tentar ganhar o favor de Deus ou tentar impressionar o Senhor, somente obedecer e fazer suas boas obras como um ato de ação de graças.

"Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus" (Mateus 5:16)

"De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso a fé pode salvá-lo? Se um irmão ou irmã estiver necessitando de roupas e do alimento de cada dia e um de vocês lhe disser: "Vá em paz, aqueça-se e alimente-se até satisfazer-se", sem porém lhe dar nada, de que adianta isso? Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta. Mas alguém dirá: "Você tem fé; eu tenho obras". Mostre-me a sua fé sem obras, e eu mostrarei a minha fé pelas obras." (Tiago 2:14-18)

As boas obras não são uma necessidade para a salvação, com certeza são requeridos da salvação.

Sola Fide | Somente pela fé


O ÚNICO MEIO é a fé em Cristo, porque somos incapazes de fazer obras suficientemente agradáveis e boas diante de Deus para ganhar sua aprovação ou ser salvos da sua ira pelos nosso pecado.


“Esta roca firme e primeira, que chamamos a doutrina de justificação, é o principal artigo de toda a doutrina cristã, que compreende o entendimento de toda bondade" - Martinho Lutero

Somente pela Fé nos ensina que os cristãos somos justificados e declarados justos diante de Deus pela fé. Isto não é resultado das nossas ações ou boas obras, ou de quem somos. É a obra perfeita e completa de Cristo na Cruz. Em Romanos 3:28, está escrito, "Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à Lei."

Uma pessoa é salva dos seus pecados e da morte somente pela fé em Cristo. Não somos salvos pelas boas obras, tampouco conseguimos através de uma vida boa e moral, nem os atos de adoração e louvor servem para a salvação. Todos eles são frutos da salvação, contudo nunca nos permitem alcançar a salvação, mas Cristo.

"Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie" (Efésios 2:8-9).

"Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à Lei. Deus é Deus apenas dos judeus? Ele não é também o Deus dos gentios? Sim, dos gentios também, visto que existe um só Deus, que pela fé justificará os circuncisos e os incircuncisos" (Romanos 3:28-30, veja Romanos 4:5, Romanos 5:1, Romanos 9:30, Romanos 10:4, Romanos 11:6).

"...sabemos que ninguém é justificado pela prática da Lei, mas mediante a fé em Jesus Cristo. Assim, nós também cremos em Cristo Jesus para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pela prática da Lei, porque pela prática da Lei ninguém será justificado... Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça vem pela Lei, Cristo morreu inutilmente!" (Gálatas 2:16, 21).

O apóstolo Paulo escreve com total claridade em uma frase a eterna verdade de que somos salvos pela graça, e isto não vêm de nós. A justificação somente é possível através de Cristo e por Cristo. Não há outros meios. Se acreditamos que temos alguma parte na nossa justificação, então afirmamos que a obra redentora de Cristo na Cruz não foi suficiente para nossa justificação, e que precisamos dar uma ajuda àquilo que Cristo fez por nós. Contudo sua morte foi o perfeito sacrifício, uma vez por todas para o perdão dos pecados do mundo.

Cada pessoa está corrompida pelo pecado, e somente alcançará a salvação dos pecados e aceitação por Deus através de arrependimento e fé na morte e ressurreição de Jesus Cristo. E tal arrependimento e fé é possível pela obra do Espírito Santo que nos traz da morte à vida espiritual.

Existe uma controvérsia ao redor da expressão "somente pela fé," porque o livro de Tiago parece ensinar o contrário. Contudo o entendimento correto de Tiago, nos ajuda a perceber que a salvação é separada das obras, contudo as boas obras são resultado da verdadeira salvação. em outras palavras, o cristão dá fruto que mostra sua nova natureza em Cristo. Este fruto é a sinal de ter o Espírito Santo nele que santifica e dá nova vida.

"Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!" (2 Coríntios 5:17).

Portanto, se somos uma nova criação, somos julgados justos diante de Deus somente pela graça mediante a fé em Cristo. O sacrifício de Cristo nos leva a receber a justiça em nós, como pecadores sendo libertados por uma declaração legal por Deus.

É importante perceber que existe uma diferença importante entre a justificação e a santificação. A santificação é a obra de crescimento espiritual que nos leva à santidade através da obra do Espírito Santo na vida do cristão.

Os cristão somos chamados a viver vidas santas que glorifiquem a Deus, obedecendo os mandamentos da Lei de Deus, as verdades do evangelho, e exercendo fé em Cristo. Veja 1 Pedro 1:13-23. Esta é a fundação do Cristão que acredita, do primeiro dia até o último, vivemos pela fé em Cristo Jesus cada dia e todos os dias.

Solus Christus | Somente Cristo


O ÚNICO E VERDADEIRO MEDIADOR entre Deus e os homens é nosso Senhor, Jesus. Em Cristo, temos a certeza e segurança da salvação e esperança da vida eterna e plena na presença do Pai.


Jesus Cristo é o Filho de Deus, e Ele é nosso único mediador e salvador. Não existe outro caminho, nem verdade ou vida. Somente Jesus consegue vencer a separação entre a humanidade e Deus, portanto ninguém vai ao Pai, a não ser por Ele. Somente Cristo salva as pessoas dos seus pecados através da Sua morte na Cruz e Sua ressurreição a vida vence a morte e faz possível a vida eterna.
"Respondeu Jesus: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim" - João 14:6.

"Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" - Atos 4:12.

"Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus..." - 1 Timóteo 2:5.

"Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus" - 2 Coríntios 5:21.

"Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida" - 1 João 5:12.
Não podemos considerar que exista salvação alguma além daquela que Deus nos oferece através de Cristo. Se a salvação pudesse ser encontrada através de outros caminhos; por exemplo, Alá. Buda, Krishna ou outra religião fora de Cristo; então, não teria razão pela qual Cristo entregar sua vida na Cruz e morrer nela. Jesus era a única pessoa que poderia satisfazer a ira de Deus e, portanto, ser o perfeito sacrifício por nosso pecados. Por que? Pelo simples fato de que Cristo era sem pecado, Ele é o Cordeiro imaculado. Jesus tomou os pecados do mundo sobre Ele, e justificou aqueles que se arrependem e colocam sua fé e confiança somente em Cristo.

Nossa aceitação por Deus não estará baseada nunca na nossa justiça, somente somos aceitos pela justiça de Cristo e a morte sacrificial de Jesus.

A obra do Espírito Santo está focada em Cristo, e é o Espírito que nos dá fé aos eleitos em Cristo, nos dá vida nova e nos faz novas criaturas. Ele nos ajuda a entender a Palavra de Deus, nos faz mais como Jesus e nos permite ser testemunhas de Cristo ao mundo.

Soli Deo gloria | Somente a glória seja dada a Deus


A AMBIÇÃO SUPREMA E ÚNICA é viver por Cristo, para Cristo e em Cristo, dando toda a glória que somente Deus merece e é digno de adoração, louvor e honra, agora e para sempre. Amém.


O povo de Deus é salvo pessoalmente pela graça de Deus somente através da fé em Cristo. Isto é realizado somente para o louvor, adoração, honra e glória de Deus através de todas as àreas da vida e esferas de poder e autoridade.

A Igreja existe para proclamar o nome do Senhor e fazer visível o Reino de Deus, assim a glória de Deus é demonstrada às nações, como Criador e Redentor. Em outras palavras, significa um estilo de vida de completa adoração a Deus. Cada àrea da vida deve ser uma àrea de serviço a Deus e uma expressão de amor a Ele.

Isto remove qualquer possibilidade de que o homem tente reclamar qualquer mérito diante de Deus ou que somente pertence a Deus. Dá toda a glória a Deus para a salvação dos pecados. Somente o Criador e Redentor merece toda a glória, e somente nosso Senhor, nosso Deus, Pai, Filho, e Espírito Santo.

"Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção para que, como está escrito: "Quem se gloriar, glorie-se no Senhor"" - 1 Coríntios 1:30-31.

"Portanto, quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus" - 1 Coríntios 10:31.

"Se alguém fala, fale como entregando oráculos de Deus; se alguém ministra, ministre segundo a força que Deus concede; para que em tudo Deus seja glorificado por meio de Jesus Cristo, ma quem pertencem a glória e o domínio para todo o sempre. Amém." - 1 Pedro 4:11.

"Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém." - Romanos 11:36.

Assim tudo o que fazemos, devemos fazer para Sua glória. Tudo o que Deus faz, é para Sua glória. Em João 11, Jesus poderia ter simplesmente sarado Lazaro, e ele não houvesse morto. Em vez disso, Ele esperou um tempo para mostrar o poder de Deus e a glória do Criador. Jesus inclusive falou para Marta, se você acredita você poderá ver a glória de Deus. Os sinais e prodígios têm como alvo exaltar e trazer glória a Deus.

Nós nunca chegaremos a compreender plenamente porque Deus permite certas coisas terríveis acontecerem no mundo. Temos certeza de que tais coisas são fruto do pecado e da morte. Contudo temos a certeza de que Deus sabe o que é melhor, e Ele tem um plano para trazer eterna glória ao Seu Santo Nome.

Em Isaías 42:8, Deus claramente declara que Ele não comparte Sua glória com ninguém, porque somente Ele é digno de toda a glória.

Inclusive, as autoridades e governos deste mundo darão glória a Deus ou a ira de Deus cairá sobre aqueles que recusem dar toda a glória a Deus. Veja o livro de Atos 12:21-23. Aprendamos e demos a Deus toda a glória que somente Ele é digno.

Por tudo isto que tenho escrito até agora, a igreja cristã (da qual sou bispo) está dedicada a preposição que Deus, e somente Deus, é digno de tomar o trono eterno. Exaltamos o Seu Santo Nome, e louvamos somente a Deus Pai, Filho, e Espírito Santo, através de músicas, orações e a pregação da Santa Palavra de Deus. Somente Deus é glorioso e justo. Somente Ele é suficiente, bondoso e misericordioso.

Nós não temos em nós nenhuma justiça, graça, bondade ou misericórdia. Deus, através de Cristo, é a única fonte de todas estas virtudes. Por esta razão, somente Ele é digno da nossa adoração.

"Então olhei e ouvi a voz de muitos anjos, milhares de milhares e milhões de milhões. Eles rodeavam o trono, bem como os seres viventes e os anciãos, e cantavam em alta voz: "Digno é o Cordeiro que foi morto de receber poder, riqueza, sabedoria, força, honra, glória e louvor!" Depois ouvi todas as criaturas existentes no céu, na terra, debaixo da terra e no mar, e tudo o que neles há, que diziam: "Àquele que está assentado no trono e ao Cordeiro sejam o louvor, a honra, a glória e o poder, para todo o sempre!" Os quatro seres viventes disseram: "Amém", e os anciãos prostraram-se e o adoraram" (Apocalipse 5:11-14)


0 comentários: