A importância do ensino no Antigo Testamento


Se observamos atentamente, há exemplos bíblicos que mostram a importância que a Bíblia dá ao ensino dado ao povo de Deus, que, inclusive, é essencial ao povo. Começando pelo Antigo Testamento, como diz Isaías 54.13, “Todos os teus filhos serão ensinados do Senhor; e será grande a paz de teus filhos.” O ensino é um meio pelo qual Deus conduz o seu povo à ordem, por isso ultrapassa o conceito simples de transmissão de conhecimentos.

Desde o Antigo Testamento, se vê o papel da Igreja e de quem trabalha na Igreja para ensinar e cuidar das pessoas. Além dos pais para criação das crianças, deve-se, por meio da Igreja dar o dever de ensinar os menores a pessoas designadas pela Igreja. Há certas passagens que demonstram essa importância relatada nas Sagradas Escrituras. Deuteronômio 31.9 e os versos seguintes mostram a ordem de Deus para que fossem ensinadas a todas as pessoas as suas Leis. Por isso, pode-se afirmar que a Bíblia dá ênfase ao ensino, mostra que é função da Igreja cuidar do ensino às pessoas ou crianças, além de ser dever dos pais.

Deuteronômio também mostra a responsabilidade dos pais para o ensino dos filhos, mesmo que esses conselhos tenham sido escritos para o povo de Israel antes da entrada na terra prometida. Eles têm muita relevância prática para a educação dos filhos ainda hoje, dando uma orientação muito boa para os pais, essa seção dá uma visão geral da educação aos filhos.

Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR, teu Deus, se te ensinassem, para que os cumprisses na terra a que passas para possuir; para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados. Ouve, pois, Israel, e atenta em os cumprires, para que bem te suceda, e muito te multipliques na terra que mana leite e mel, como te disse o SENHOR, Deus de teus pais. Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Deus, é o único SENHOR. Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, a ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. (Deuteronômio 6.1-8).

Ainda no Antigo Testamento o Livro de Provérbios aborda de modo abrangente o ensino ou a instrução para a vida, instrução que abrange todos os seus aspectos. A seção que abrange do capítulo dez até o trinta e um ensinam coisas que envolvem vários aspectos do viver diário das pessoas, inclusive sobre a importância do ensino. Um exemplo que denota isso está em Provérbios 22.6, “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho não se desviará dele.”

Mesmo que as tendências mudem com o passar do tempo, tende a mostrar que uma boa estrutura familiar influi acertadamente nos resultados da vida prática. Isso aponta para a responsabilidade, além da igreja, dos pais nessa tarefa de transmitir o ensino aos seus filhos. Os sábios conselhos de Provérbios mostram que uma vida familiar agradável e aquilo que pode destruir uma família são importantes e confiáveis tanto hoje quanto no passado.

A Deus seja dada toda a glória, agora e para sempre. Amém.


0 comentários: