Uma nova colonização começou


Em um artigo recente de Stephen Baskerville (http://www.ruthblog.org/2013/07/25/why-were-losing-the-battle-for-marriage/), ele reflete sobre como a estratégia que tem sido usada para salvar o matrimonio, não está funcionando. Evidentemente, o artigo tem sido escrito a partir da realidade Americana, mas tendo em conta que os Estados Unidos e a União Européia estão usando muitos dos seus recursos para promover uma nova colonização ideológica, a qual está exportando sua visão do mundo, através das “ajudas humanitárias” e a pressão política aos governos da América Latina, Africa, Asia e Europa.

Não em vão, David Cameron, Primeiro Ministro da Inglaterra, afirmou que “queria exportar o casamento homossexual ao redor do mundo.” Se deseja ler toda a notícia poderá fazer seguindo aqui: http://www.telegraph.co.uk/news/politics/10200636/I-want-to-export-gay-marriage-around-the-world-says-David-Cameron.html

O problema da colonização é que ela começa muito antes do que percebemos. Por exemplo, antes da colonização portuguesa chegasse ao Brasil. Em Portugal já existia uma conversa na Corte do Rei, e se estavam tomando as providencias para levar adiante a colonização do novo mundo.

0 comentários:

O Cristianismo e o Gayzismo, um debate atual


Qual deve ser nossa resposta diante dos avanços do movimento gayzista? Será que a igreja está respondendo da forma certa? Qual são sós problemas que enfrentamos? E qual podem ser as respostas dos cristãos?

São muitas as perguntas que temos visto ultimamente. Não em vão, temos visto grande manisfestação sobre as questões do movimento gay. Sendo assim, realizamos um debate a fim de trazer à luz as questões intrínsecas que esse movimento está trazendo diante dos cristãos, e refletimos sobre quais podem ser as consequências quando, possivelmente, houver uma consolidação sobre esses fatos.



A Deus seja dada toda a glória, agora e para sempre. Amém.

+

0 comentários:

Como é o Brasil que você deseja?


Quem lembra das manifestações de faz um mês? Ontem, teve outras manifestações convocados pelos sindicatos e partidos marxistas, apoiados pelos movimentos sociais de esquerdas. Você acham que foram um sucesso?

Se observamos os resultados, foram um fracasso. Imaginem, hoje em dia, existem mais de 80,000 pessoas trabalhando para os sindicatos a tempo completo. Os sindicatos recebem milhões de reais cada ano dos próprios trabalhadores os quais não tem escolha. Me pergunto, “quanto tempo seriam capazes os sindicatos de sobreviver se os trabalhadores brasileiros não foram obrigados a dar um dia de salário?”

Se consideramos o fato de que todos os sindicatos juntos reúnem uns 7.253.767 membros afiliados; então, devemos considerar até que ponto ontem foi um sucesso.

A questão não é se tiveram, ou não, sucesso, porque seguiram lutando pela visão do Brasil que eles desejam, com êxito ou sem ele. E terminaram conseguindo, ainda em parte, aquilo que desejam.

Hoje, desejo perguntar aos meus leitores a seguinte pergunta: e você, como cristão, “qual é sua visão para o Brasil ?” “Esta baseada nas Escrituras ou em outras premissas?” “Ou será que não temos”

0 comentários:

Falando sobre a Maçonaria, respondendo dúvidas


No meu artigo anterior sobre a maçonaria, teve um irmão que escreveu nos comentários umas perguntas as quais não tinha recebido recebido uma resposta satisfatória ate aquele momento. Naquele tempo, respondi, e, depois, percebi que meu português não tinha ajudado muito. Assim, agora, desejo tomar um tempo para responder mais extensamente as questões deste irmão, com o desejo de ajudar a outras pessoas que estão sendo enganadas com a idéia de que a maçonaria possa ser uma religião compatível com o Cristianismo.

Se você tem perguntas as quais deseja encontrar uma resposta, será um prazer ajudar a resolver suas dúvidas.

0 comentários: