Estilo de vida do Reino


O Reino (ou Governo) de Deus é o domínio em que a vontade de Deus é vivida da sua plenitude. O céu é uma parte do Reino de Deus; anjos são cidadãos no Reino; os animais e toda criação podem ser considerados parte do Reino de uma forma geral. Na verdade, só os homens e os demônios que se encontram fora do Reino de Deus pela sua rebelião.

As pessoas vem a habitar no Reino de Deus quando são redimidos. Assim, se arrependem dos seus pecados, confessam a Cristo como Senhor. Deste modo, ganhamos a cidadania no céu. Esta cidadania tem, como proposito, viver para o Senhor e servir a Deus. Isto requer que toda nossa mente, vontade e corpo esteja submetida ao Senhorio de Jesus Cristo.

Submeter-se ao Senhorio de Jesus Cristo é mais complicado do que possa parecer. Estamos falando de viver nossas vidas conforme os ensinos de Cristo e obedecer eles cada dia; estamos falando de seguir os Mandamentos de Deus e dar frutos, os frutos do Espírito, nas nossas vidas.

Estamos falando de submete-nos em cada área da nossa vida e em cada instante da nossa existência, como filhos de Deus. Como será possível fazer isso?

Ser cidadãos do Reino significa estar ceio do Espírito Santo. Existe uma comunhão intima com o Pai através de Jesus Cristo. Na verdade, simplesmente somos capazes de fazer a vontade de Deus, porque temos está comunhão intima e relação pessoal com Deus.

Desta comunhão, surge o desejo de obedecer com alegria e disposição o que Deus deseja. Contudo, isto não vai ser tão fácil assim. Vai requer estar disposto a lutar e vencer obstáculos. Esta luta não é contra outras pessoas, ou países, ou demônios. Estou falando de luta interior, a luta contra a carne. Abarcando, tanto as distrações que aparecem no dia a dia, como as indulgencias e preocupações conosco mesmo.

O Reino é um tudo, e será um erro pensar no ‘meu Reino’ e o ‘Reino de outros.’ Esta é a forma de pensar do mundo. O Reino de Deus somente existe Deus. Nos somos servos que temos recebido o honor de ser chamados amigos, se obedecemos aquilo que Jesus nos ensinou.

Se deseja viver o estilo de vida do Reino, então deve lutar pelo seu ser contra você mesmo. Possivelmente, não existe um pensamento mais oposto a ideia contemporânea de autoajuda.

Talvez, agora, esteja lindo o maior dos seus desafios. Você desejava ser pastor de multidões. Contudo, Deus está interessado em você. Se não vive na realidade, presença, poder e bondade de Deus; dificilmente, será capaz de viver no Reino.

Infelizmente, se os cristãos abandonamos a ideia de seguir o estilo de vida do Reino, as consequências serão nefastas, como já estamos vendo hoje. Brasil precisa uma geração de homens e mulheres dispostos a seguir a Deus, custe o que custe. Certamente, eu não tenho alcançado ainda, embora estou comprometido a perseguir este estilo de vida.

A vida no Reino abre uma nova realidade, a vida eterna. Esta não é uma realidade distante que só alcançamos quando morremos. A vida eterna é a realidade do estilo de vida do Reino, porque nossas virtudes e desejos são eternos.

A vida eterna não é somente uma concepção de uma vida longa, e sem fim. A vida eterna é uma vida baseada no caráter e qualidade de uma vida transformada, rica (não necessariamente falando financeiramente), abundante, exuberante e eterna.

Não em vão, esta vida se nos apresenta nas Escrituras como uma “agua viva.” Temos sido feitos livres. Sim, somos livres do pecado, da morte e do reino da escuridão. Vivamos, agora, a realidade do Reino nas nossas vidas, as nossas famílias, as nossas igrejas e, assim, comecemos a transformar nossas cidades, nossos empregos e nosso mundo.

Este estilo de vida faz visível o Reino de Deus, abrindo a realidade de que a oração do Pai Nosso é muito mais que uma oração, é uma realidade feita presente através da Igreja de Cristo nas nações da Terra, como oramos e vivemos "Venha o Teu Reino... seja feita Tua vontade aqui na Terra como no Céu".



0 comentários: