Ordo Salutis

“Ordo Salutis” é um termo usado para falar sobre a ordem da salvação através das diversas etapas que se desenvolvem no pecador até ser completamente salvo. Também, poderíamos dizer que trata das questões da teologia sistemática referente a obra do Espirito Santo na vida dos cristãos. Este termo foi usado pela primeira vez no século 18 por teólogos luteranos.

Esta questão surgiu devido a que as Escrituras não mostram todo o processo claramente, ainda que encontramos textos, como Romanos 8.29-30, que mostram parte deste processo.

Ainda assim, não podemos considerar o texto de Romanos como uma ordem de salvação, não teologicamente.  Predestinação não deve ser considerada parte deste processo, ainda que existem teólogos que consideram parte dele, porque a predestinação é uma obra de Deus que foi realizada antes da fundação do mundo.

1 comentários:

A ditadura militar, o socialismo... e a falta de alternativas


Nos últimos dias tenho lido muito sobre as opiniões dos cristãos sobre o período da ditadura, tudo causado por causa de um artigo da revista “Isto é Independente,” ainda que preciso dizer que de independente tem bem pouco essa revista, como tampouco as outras duas (Veja e Época).

Não sou brasileiro, e nasci no final da ditadura de Franco na Espanha. Portanto, nem percebi a ditadura franquista na Espanha, nem conheci a ditadura militar do Brasil.

Estive envolvido desde bem jovem em movimentos estudantis, ecológicos, de direitos humanos e partidos políticos, onde caminhei desde o marxismo-leninismo até onde estou hoje. Sempre fui um patriota valenciano, até hoje.


1 comentários:

Acorda, o Reino chegou



Uma das realidades mais tristes na Igreja é que ela vive adormecida. Tem perdido o seu propósito e, agora, vive buscando alguma coisa que fazer ao mesmo tempo que a história se escapa das suas mãos.

Possivelmente, existem várias causas para que isto esteja acontecendo.

Por um lado, as várias e diversas divisões, subdivisões, ministérios e igrejas, sendo, às vezes, a razão de ser dos próprios interesses do pastor/senhor desta ou aquela igreja. Falta humildade.

Por outro lado, temos o evangelho social, a missão integral, os fundamentalistas, os (neo)pentecostais e os puritanos, todos brigando para ter razão e por uma fatia do bolo. Falta graça.

Sinceramente, não fico surpreso que depois de 2,000 anos da primeira vinda de Cristo, a Igreja ainda não tem sido capaz de entender a visão do Reino.

0 comentários:

Rejeitando o dispensacionalismo



Se passou mais de um dia da profecia do fim do mundo, mas agora vou continuar escrevendo sobre dispensacionalismo, como prometi no meu artigo anterior.


Gostaria de começar dizendo que o dispensacionalismo não está errado só por ter certa teoria sobre o fim do mundo, mas o sistema teológico, como um todo, é errado.

Com certeza, tem ganhado muita popularidade em todo o mundo, sobretudo a partir do século 20, seguindo crescendo no século 21. Agora, é necessário que pensemos detalhadamente sobre este sistema de coisas e como tem tido tão grande impacto na igreja.

2 comentários:

300, preparem-se para a glória


Este foi o título de um filme que estreou em 2007. Nele, podemos ter uma visão particular do diretor sobre os eventos transcorridos ao redor da Batalha das Termópilas, onde 300 espartanos sob o comando de seu rei Leónidas, enfrentaram o exército persa liderado por Xerxes, filho de Dario.

Esta história conta o heroísmo de irmãos de armas dispostos a morrer pelo seu povo, o qual está as portas de perder a liberdade.

Ao final da batalha, a maioria destes guerreiros entregariam suas vidas no campo de batalha com a certeza do dever cumprido e a glória de uma morte digna.

6 comentários:

Dispensacionalista, possivelmente você é sem saber


Tem vezes que fico surpreso como os sermões-dialogo de Re.Novo acabam. Este domingo foi um desses dias. Tudo estava pronto para falar sobre Pentecostes, já que a igreja cristã celebra o Domingo de Pentecostes.

Porém, a conversa terminou indo ao redor do tema “os últimos dias,” que aparecem na profecia de Joel e que o apóstolo Pedro fala que estava se cumprindo e, portanto, estariam vivendo nos últimos dias.

A conversa se desenvolveu sobre escatologia, e comentei aos irmãos de Re.Novo que a posição defendida pelos Pais da Igreja e os Reformadores, sempre foi amilenismo e posmilenismo. Nunca foi dispensacionalismo. E que agora a maioria dos cristãos acreditam no fim do mundo segundo “Deixados para trás.”


2 comentários:

Motivos pelos quais as igrejas não crescem


Acredito que igrejas saudáveis crescem, não só as saudáveis, também aquelas que não o são. Também acredito que o fato de uma igreja crescer, não significa necessariamente que Deus esteja com esta igreja. Por exemplo, os Mórmons são uma das igrejas que mais  crescem nos USA e, pessoalmente, penso que são uma seita que ensina muitas heresias pseudo-cristãs.

Agora bem, também vejo que muitas igrejas se escondem na minha explicação anterior para justificar a falta de crescimento da sua igreja ou congregação.

Sou um apaixonado em plantação de igrejas. Agora mesmo, estou envolvido no sétimo projeto de plantação de igrejas. Os anteriores foram na Espanha e na Inglaterra. Alguns deles hoje são igrejas vitais e outras já não existem mais. Assim é a vida.

0 comentários:

Os políticos evangélicos são coisa séria


Os políticos evangélicos são inacreditáveis, acho que eles precisam primeiro aprender a ser bons cidadãos e, depois, a ser verdadeiros discípulos antes de poder ter uma responsabilidade tão grande.

Leiam esta notícia e fiquem sem palavras,

Deputados evangélicos do RJ aprovam Emenda Constitucional em favor da Agenda Gay


Imaginem, nem faz uma semana, a bancada chamada "evangélica" usa o jeitinho brasileiro (que não bíblico) para que a Presidenta não envie o "kit gay" pago com nosso dinheiro. Houvesse gostado mais que a bancada "evangélica" houvesse pedido a demissão imediata do antigo ministro da Casa Civil e da Presidenta, por incompetente, já que foi ela quem nomeou o cara com uma ficha longe de estar limpa. E, agora, aprovam com seus votos uma emenda Constitucional em favor da Agenda Gay. É brincadeira!!!

"Fazer o que?," você pode dizer. Vou dizer fazer o que... organizar um verdadeiro movimento cidadão para mandar todos estos políticos as suas casas.

Este pessoal deve de parar de brincar com o Brasil. O Brasil é coisa séria.


1 comentários:

Amai-vos uns aos outros: basta de Pecado!


Os Episcopais da IEAB poderão dizer que são anglicanos, mas nunca vão poder dizer que são cristãos... “Amai-vos uns aos outros: basta de Pecado!”

Hoje, estou indignado diante do pouco temor a Deus que vejo entre alguns "anglicanos" e, claramente, falsos cristãos. Geralmente, não sou assim direto e contundente, porém Eclesiastes me ensina que há tempo para cada coisa. Hoje, é tempo de falar com dureza.

3 comentários:

Depois de tudo....


Faz dois anos nos despertávamos com a notícia da proposta que o bispo de Roma, Bento XVI, fazia aos Anglicanos. Convidava aqueles anglicanos insatisfeitos que quisessem voltar a igreja mãe, leia-se à Igreja Católica Romana, a fazê-lo através do Ordinariado criado para isso.

Naquele momento, se falou de uma migração massiva de Anglicanos para Roma. Os jornais falavam de 400,000 ou 500,000 anglicanos. Tentei falar na época que isso não aconteceria de jeito nenhum e, ainda se chegava a este número, que são meio milhão quando existem 100 milhões de anglicanos, se contamos tanto os membros da Comunhão Anglicana (80 milhões) como aqueles que não tem nenhuma vinculação com Canterbury (20 milhões).

Dois anos depois, finalmente estão surgindo os verdadeiros números diante de nós. As conversões tem sido realmente poucas na Inglaterra e em todo o mundo. Em um artigo recente, se diz que são 900 anglicanos, menos de 60 do clero dentre os quais três que são bispos da Igreja da Inglaterra até agora. Realmente, se espera mais, porém não acho que vamos ver nenhuma conversação massiva como se pretendeu dar a entender desde a imprensa brasileira e mundial.

3 comentários:

Volte para seu país...


Faz só umas horas que li novamente estas palavras em um e-mail. Nesta ocasião, foi eu quem provoquei a reação do “arcebispo anglicano” que escreveu estas palavras. Sabe, preciso confessar que fiquei cansado de viver com tanto lobo vestido de cordeiro ao redor. Não dá mais para viver assim, isto não é sério... estão brincando com a vida das pessoas.

Por este motivo, quando recebi a resposta deste irmão defendendo a exibição de um novo filme que mostra um Jesus homossexual, fiquei indignado e provoquei a resposta dele através de um breve e-mail que foi diretamente ao seu orgulho próprio.

Assim, recebi novamente as palavras, “Se não quer ver o que acontece no meu país volte para o seu!” 

8 comentários:

Bispo adverte sobre ameaça para a sociedade sem a Bíblia


O Bispo de Londres, advertiu que os conceitos fundamentais essenciais à sociedade britânica não serão sustentáveis sem um alicerce cristão. O Revmo. Richard Chartres disse que a cultura da Grã-Bretanha e da civilização foi fundada na Bíblia, e expressou preocupação com qualquer enfraquecimento dessa fundação.

O Revmo Chartres, que pregou o sermão do casamento Real do mês passado, estava falando em um simpósio na Câmara dos Lordes sobre a Bíblia.

1 comentários:

Se quer ser um pastor... aprenda servindo.


Se existe uma qualidade essencial na formação de pastores e líderes, é que nossos estudos bíblicos e teológicos precisam estar envolvidos na vida diária das pessoas.

Certamente, quem não gosta de ouvir um grande teólogo falando das grandes questões filosóficas e teológicas do século 21? Porém, o pastor é aquele que precisa tomar estas questões, sendo capaz de explica-las e vivê-las para que tenham sentido no dia a dia.

Isto requer que o pastor viva onde as pessoas vivem, e entenda as situações do povo de quem está sendo ministro. Dificilmente se pode ser um pastor eficaz no Brasil, se vivemos em bairros distantes e socialmente diferentes, porque, sem dúvida, os interesses, preocupações e desafios serão diferentes.  O pastor precisa viver onde as pessoas vivem.

1 comentários:

Escuta, você quer ser pastor?


Neste artigo quero começar dizendo que muitos dos conselhos que estou escrevendo nesta série, seriam conselhos que houvesse adorado escutar de alguém. Outros, são conselhos que eu recebi e foram realmente tesouros na minha caminhada.

Quando pensamos na idéia de ser pastor, muitas pessoas pensam com a idéia de orador, pregador e comunicador. De fato, os jovens pensam em pastores como aquele ministério de estudo, leitura e pregação da palavra.

1 comentários: