O declínio da igreja


Infelizmente, tenho que afirmar minha dúvidas sobre o "cristianismo" de muitas igrejas que pegam fogo tão rapidamente como a pólvora, porém podem desaparecer amanhã com a mesma rapidez. A história tem mostrado muitas igrejas que tem surgido e, com o tempo, tem desaparecido. Inclusive, temos histórias que surgiram com a idéia de defender e promover a fé Cristã e terminaram sendo "garotas propagandas" das doutrinas liberais que não acreditavam no princípio.

Infelizmente, quanto mais nova seja uma igreja, e mais influenciável esta seja por um líder carismático, maior pode ser a tragédia.


Não sou contrário ao crescimento rápido da igreja per se, porém sou contrário de "igrejas" que não pregam o evangelho, ou esquecem de ensinar as doutrinas essenciais do Cristianismo, ou acham que discipulado é só ler a Bíblia, ou nem adoram mais a Trindade, mas o homem.

Uma vez dito isso, temos ter certeza de que o leitor, ou quem escreve este artigo, está livre de caminhar pelo caminho que estas igrejas, ou pastores, tem caminhado. Só se olhamos, observamos e seguimos firmes no caminho traçado por Deus, que poderemos ter a certeza de ser fiéis a Cristo.

Quando observamos notícias como o artigo, "O declínio da igreja da bispa Sônia," sejamos conscientes que amanhã pode acontecer também nas nossas igrejas.

Três textos são fundamentais neste processo de discernimento como povo de Deus,
"Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas. Mas eles disseram: Não andaremos nele" (Jeremias 6.16).
Este texto nos lembra que sempre devemos olhar as veredas antigas, e não buscar as novas doutrinas dos homens, ou os novos movimentos que surgem a cada dia. Realmente, a verdade se encontra na antiguidade, a igreja só precisa contextualizar a situação atual para que o Evangelho seja entendido e vivido, não mudado ao gosto do consumidor.
"Não se afastem de ti a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço, escreve-as na tábua do teu coração; assim acharás favor e bom entendimento à vista de Deus e dos homens. Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal. Isso será saúde para a tua carne; e refrigério para os teus ossos" (Provérbios 3.3-8)
Este texto é uma chamada a a confiar em Deus, e não confiar na nossa própria sabedoria humana. Deus dá sabedoria divina, mas esta sempre estará alinhada à lei de Deus. Precisamos depender de Deus totalmente, sem medos, mas com certeza... isto não é uma fé cega, mas uma fé baseada nas veredas antigas que foram testadas e aprovadas pelos Cristãos que caminharam antes de nós.
"e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra" (2 Cronicas 7.14).
Somos um povo pecador que tem sido feito santo pela obra redentora de Cristo e santificadora do Espírito Santo. Por isso, temos que ser rápidos em humilhar-nos diante de Deus, orar, buscar a Deus e seguir as veredas antigas. Deste modo, Deus estará conosco e seremos conhecidos como e chamados o povo de Deus na terra.

Portanto, sejamos fiéis e entreguemos nossa vida a cada dia, sigamos enfocados na missão de Deus e nossas vidas sejam moldadas à luz das Escrituras, seguindo o exemplo daqueles que caminharam antes de nós.

Que Deus tenha sempre misericórdia sobre nós, pecadores!!!
.

Um comentário:

  1. Bispo, gostei muito do seu comentário; principalmente pois não se usou deste espaço para denegrir a imagem de ninguém. Triste é sim, a situação da Renascer, mas nós, como cristãos ao invés e julgamos e condenarmos, devemos orar e pedir que Deus restaure esta obra e os purifique de todo possível erro. Deus é o Deus do impossível.

    Paz!

    ResponderExcluir