Não a maltratemos mais


Se existe uma instituição que tem sido maltratada, constantemente, tanto pelos detratores, como pelos membros dela, tem sido a Igreja. A Igreja não é perfeita, mas tampouco leio que tenha que ser. Ela é una, santa, católica e apostólica, mas nunca vi um texto bíblico que fale que ela tenha que ser. Ela não é perfeita, porque está formada por santos e pecadores. Só quando Jesus volte a julgar os vivos e os mortos, será que o joio será separado do trigo (Mateus 13.24-30).

Encontro muitos cristãos que não querem saber mais da Igreja. Falam que não precisam mais dela. Talvez, isto tem sido causado pelos abusos que tem sofrido dentro da Igreja. Infelizmente, o problema é que as pessoas terminam saindo das brasas para cair no fogo. O problema não é a Igreja, mas as igrejas que encontramos proliferando no Brasil. Aquelas que todos conhecem.

George Bernard Shaw, dramaturgo irlandês, e, possivelmente, uma mistura de místico e ateu, escreveu uma vez, “se a igreja desaparece, isto vai ter um efeito saudável para a sociedade. Vai provocar um desejo irresistível para reestabelecer a igreja de novo.” Não importa o que as pessoas dizem, a verdade é que o mundo não pode viver sem a Igreja.

Como Anglicano, desejo seguir refletindo, porque amo a Igreja em meio a tantas vozes que a maltratam. Eu amo a igreja, porque...

1. A Igreja pertence ao Senhor, Jesus Cristo. Ele comprou com seu próprio sangue. “como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5:25b). Devemos detestar aquilo que Jesus detestou, e amar aquilo que Ele ama.

2. A Igreja nasce em Cristo. Surge do desconhecido no aposento alto, fruto do Espírito Santo através de uma pequena comunidade de filhos de Deus. E, a partir de Jerusalém, termina chegando a todas as nações do mundo conhecido pela paixão e entrega dos apóstolos. Isto tem sido assim até hoje.

3. As convicções da Igreja surgem das Escrituras e, ao mesmo tempo, a Igreja protege e guarda a Bíblia. Se desejam ver uma igreja errar, só precisam ver como entendem, usam e vivem os ensinos das Escrituras.

4. A Igreja está formada por pessoas como você e eu. Nem todos vão ser como nós, algumas delas podem inclusive irritar, mas Deus conhece como precisamos delas. A Igreja ama e cuida das pessoas, inclusive quando elas não querem ouvir, amar ou ser protegidas. Meus melhores companheiros e camaradas tenho encontrado na Igreja.

5. A Igreja nasce para amar um mundo caído. Se observamos tudo o que a Igreja tem feito pelo mundo, podemos ver que o mundo seria totalmente diferente sem a Igreja, seja desde a universidade ao trabalho, do governo aos direitos humanos, ou qualquer área social, econômica, cultural e humana. A Igreja sempre tem transformado o mundo em que vive.

6. A Igreja transforma profeticamente as sociedades ímpias, através da proclamação do evangelho, o amor aos esquecidos e maltrepidos, a capacitação dos homens e mulheres e o poder libertador do amor de Cristo. A Igreja transforma sociedades, simplesmente quando prega o evangelho, faz discípulos e instrui a obedecer tudo o que Cristo ensinou.

7. A Igreja não existe para ela mesma. Existe para glorificar a Deus e libertar as pessoas da escravidão do pecado e da morte. Não existe uma celebração maior que exaltar e glorificar a Deus em adoração e oração comum, vendo pessoas redimidas, o céu tocando o mundo, e a glória de Deus preenchendo a Terra.

8. A Igreja seguirá existindo até que Cristo volte por ela, e as portas do inferno não vão prevalecer contra ela. A Igreja é sofrida e perseguida, mas vitoriosa e militante.

Eu convido a escrever as razões porque você ama a Igreja. Assim, aprenda a amar a Igreja, e seja menos um maltratador.

+

0 comentários: