Resposta Pública ao Artigo “Fundamentalismo Evangélico”


Caro Rev. Carlos Eduardo Calvani,

A Democracia está baseada no respeito às outras opiniões, inclusive quando tais opiniões discordem com as nossas. O respeito e defesa da livre opinião são pilares de todo sistema democrático e parlamentarista. Por isso, Rev. Calvani, você tem direito a expressar-se livremente sua opinião. Infelizmente, tal direito tem sido usado para promover o medo e o alarmismo, espalhando falsidades.

1 comentários:

Já descobriu quem é o Anti-Cristo?


Nos últimos anos, tem ressurgido um interesse pela escatologia, aquela área de doutrina cristã dedicada ao estudos dos últimos tempos. A corrente que maior influência tem tido na igreja brasileira, tem sido o que é conhecida como dispensacionalismo. 


Resulta surpreendente o sucesso de tal posição, tendo em conta que não existia nem faz dois séculos. A maioria das pessoas, consciente ou inconscientemente, tem tal posição sobre a consumação dos tempos, sobretudo depois da série de livros, “Deixados para trás.” São muitos os que permanecem promovendo tal falsa doutrina nestes dias.

O resultado do dispensacionalismo na Igreja tem sido terrível além do que poderia escrever em um breve artigo. Um dos aspectos no qual tem sido negativa a influência do dispensacionalismo, é no que se refere ao anti-cristo. O impacto tem sido tal que a maioria dos cristãos hoje esperam um líder carismático que vai enganar todo o mundo, e levar-nos a destruição e caminho de perdição. Isto vai acontecer sem que as multidões se levantem contra ele, pelo contrário seguiram a este líder com coração aberto. Algumas pessoas seguem buscando esta figura em líderes religiosos, políticos e culturais nos dias de hoje. Se deseja confirmar tal afirmação, somente pesquisar no Google a palavra ‘anti-cristo.’ Muito já tem sido escrito.

Se tomamos um tempo para ler o que as Escrituras tem a dizer, talvez encontremos a verdade, a qual resulta surpreendente pelo imaginável da mesma. Quem ou que a Bíblia diz que é o anti-cristo? O que as Escrituras tem a dizer?

4 comentários:

A verdade sobre Anglo-catolicismo


Nos últimos anos, minha pressuposto de que as igrejas anglicanas são qualquer cosia exceto uma igreja protestante, reformada e evangélica, tem sido contestado, atacado e ridicularizado em diversos círculos. Minha pressuposição de que o movimento anglo-católico foi um “presente de grego” ou, em outras palavras, um “cavalo de troia” que devastou a identidade anglicana até reescrever a narrativa do Anglicanismo além do que se percebe hoje.

4 comentários:

Porque não vou a Steiger Brasil


Em várias ocasiões, foi convidado por um amigo a ir a conferência que organiza Steiger no Brasil. E tenho tentado ser amável, mais nem sempre, sobre o pouco ou nulo interesse que tenho nela. Sinceramente, cansei de conferências, concertos, congressos, e outros eventos da mesma índole. Sei que minhas palavras podem parecer duras, mas esta não é minha intenção, simplesmente pelo fato de que eu mesmo já participe em muitos eventos e atividades e, assim, entendo o interesse que muitas pessoas tem com tais eventos.

Se você me convida-se a proclamar Cristo nas ruas, a visitar enfermos no hospital, a fazer oração nas praças e parques, a amar as pessoas desesperadas, a fazer um estudo bíblico em casa ou em um café, a denunciar os pecados da sociedade, entre outras coisas; então, pode contar sempre comigo.

Eu discordo com Steiger de que a situação do Brasil seja tal como é apresentada por eles: "esta geração emergente constitui um dos maiores grupos de pessoas não alcançadas pelo Evangelho."

3 comentários:

Entenda o culto reformado


A importância do culto cristão é central a vida de adoração da Igreja de Cristo que se reúne em congregações locais. Entender porque fazemos o que fazemos, se faz uma urgência se vamos adorar a Deus em espírito e verdade.


Se ainda não teve oportunidade de ver este vídeo onde falamos sobre culto cristão; então, convido você a tomar um tempo agora mesmo, e aprender um pouco dos motivos que levam algumas igrejas a ter um culto mais elaborado e qual é o símbolo bíblico atras de tal prática e costumes.



Se tem visto todo o vídeo, por favor tomei o tempo para dar sua opinião. Deste modo, será mais fácil melhorar a apresentação e responder perguntas que não temos respondido.

A Deus seja toda a glória, agora e para sempre. Amém.

+

0 comentários:

Ser pai no século 21


Amanha, se celebra o Dia dos Pais no Brasil. Será um tempo para agradecer a Deus pela vida deles e, também, para lembrar a importância deles nas nossas vidas.

Este será o primeiro Dia dos Pais que vou celebrar, como pai; assim que decidi aproveitar este momento para escrever algumas reflexões sobre esta questão. Minha oração é que este exercício de reflexão seja de ajuda a todos os pais que leiam este artigo, e convido todos vocês a refletir sobre o significado de ser pai. Pessoalmente, confesso que não estou muito interessado em celebrações como o Dia do Pai, prefiro celebrações cristãs (Natal, Páscoa, Pentecostes, entre outras) e mais pessoais (Batismo, Aniversario, sucessos). Contudo, tomarei o tempo hoje para tratar um tema de suma importância para as famílias e as nações.

0 comentários:

A Fé Cristã que acredito e confesso


Como Cristão, minha fé está fundamentada na Pessoa de Jesus Cristo, como o Senhor que obedeço e o Salvador da morte e meus pecados, tal verdade são exatas pelo testemunho das Sagradas Escrituras, as quais contém todas as coisas necessárias para a salvação.

Sou membro da Igreja Anglicana Reformada do Brasil, que é parte da família Anglicana. As igrejas anglicanas são igrejas católicas reformadas que continuam fiéis a igreja primitiva; por esta causa, as nossas igrejas são Igrejas Reformadas, tendo abraçado as doutrinas e participando da Reforma Protestante do século 16, ativamente.

O padrão confessional de minha fé, que é apostólica, católica, protestante e reformada, está fundamentada no seguintes documentos da Igreja de Cristo:

1) A Sagrada Escritura;
2) O Livro de Oração Comum;
3) Os Trinta-Nove Artigos (e Homilias)
4) Os três Credos históricos; e
5) Os quatro Concílios primitivos.

Minha catolicidade surge através do formulário da Igreja de Inglaterra (igreja particular), sendo diferente da catolicidade Romana ou Bizantina a qual deriva da "universals" (leia o significado aqui).

A Deus seja toda a glória, agora e para sempre. Amém.

+

6 comentários: