Exorcistas Adolescente contra Harry Porter, a fição feita realidad


Isto poderia parecer ciência ficção, mas não é. Inclusive, poderia parecer uma versão moderna de Buffy, a série de televisão onde uma adolescente persegue a vampiros e os mata. CONTUDO, não é nem uma coisa nem a outra.

Brynne Larson, 18 anos, e suas irmãs Tess e Savannah Scherkenback, 18 e 21 anos respetivamente, são três adolescentes normais que afirmam ser exorcistas. Elas tem conseguido bastante publicidade nos Estados Unidos e, agora, estão indo a Inglaterra a seguir sua missão, já que os adolescentes britânicos tem sido ensinado sobre a arte obscura nos livros de Harry Potter.

Tal acusação sobre os livros de Harry Porter não é a primeira vez que escuto, já que tem sido uma acusação constante a J. K. Rowling. Curiosamente, a autora de Harry Porter é membro da Igreja de Escócia, a igreja de John Knox e a principal igreja presbiteriana no Reino Unido. Se ela realmente é cristã, ou não, realmente não sei.

Não estou surpreso com esta notícia, e deveria, mas se observamos as séries de televisão na última década que tem tido tanto sucesso, observamos como vampiros, mortos vivos, feiticeiros, magia, e tanto temas semelhantes, tem ocupado muito destas series. Portanto, isto tem uma influência maior do que os sociólogos e psicólogos tem percebido, ou informado, ao publico em geral.

Em meio desta loucura mediática, me reparo com a leitura do Antigo Testamento ontem, em 2 Reis 23:2-23:
O rei foi ao templo do SENHOR, acompanhado de todos os homens de Judá, os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os profetas e todo o povo, do mais jovem ao mais velho; e leu para eles todas as palavras do livro da aliança, que havia sido achado no templo do SENHOR. 
Então o rei se colocou em pé junto à coluna e fez uma aliança diante do SENHOR, de andar com o SENHOR e guardar os seus mandamentos, os seus testemunhos e os seus estatutos, de todo o coração e de toda a alma, confirmando as palavras dessa aliança, que estavam escritas naquele livro; e todo o povo firmou compromisso com essa aliança.
O rei também mandou que o sumo sacerdote Hilquias, os sacerdotes da segunda ordem e os guardas da entrada tirassem do templo do SENHOR todos os objetos que haviam sido feitos para Baal, Aserá e todo o exército do céu, e os queimou fora de Jerusalém, nos campos de Cedrom, e levou as cinzas deles para Betel.
 
Destituiu os sacerdotes idólatras que os reis de Judá haviam constituído para queimarem incenso sobre os altares das colinas nas cidades de Judá e ao redor de Jerusalém, como também os que queimavam incenso a Baal, ao sol, à lua, aos planetas e a todo o exército do céu. 
Tirou do templo do SENHOR o poste-ídolo, levando-o para fora de Jerusalém, até o ribeiro de Cedrom; ali o queimou e o reduziu a pó; e jogou o pó sobre as sepulturas dos filhos do povo. 
Derrubou as moradias dos prostitutos* que estavam no templo do SENHOR, em que as mulheres teciam cortinas para o poste-ídolo. 
Tirou todos os sacerdotes das cidades de Judá e profanou os altares das colinas em que os sacerdotes queimavam incenso, desde Geba até Berseba; e derrubou os altares da entrada, perto da porta de Josué, o chefe da cidade, do lado esquerdo de quem entra na cidade. 
Porém os sacerdotes dos altares das colinas não sacrificavam sobre o altar do SENHOR em Jerusalém, mas comiam pães sem fermento no meio de seus companheiros. 
Profanou Tofete, que está no vale dos filhos de Hinom, para que ninguém queimasse seu filho ou filha em sacrifício a Moloque. 
Tirou os cavalos que os reis de Judá haviam consagrado ao sol, à entrada do templo do SENHOR, perto da sala do oficial Natã-Meleque, que fica no pátio, e queimou os carros do sol. 
O rei também derrubou os altares que estavam sobre o terraço do cenáculo de Acaz, os quais os reis de Judá haviam feito, como também os altares que Manassés fizera nos dois pátios do templo do SENHOR. Depois de despedaçá-los, tirou-os dali e jogou o entulho no ribeiro de Cedrom. 
O rei profanou também os altares das colinas que estavam a leste de Jerusalém, à direita do monte da Destruição, os quais Salomão, rei de Israel, havia edificado a Astarote, abominação dos sidônios, a Camos, abominação dos moabitas, e a Milcom, abominação dos amonitas. 
Ele quebrou as colunas, derrubou os poste-ídolos e encheu os seus lugares de ossos humanos. 
Ele também derrubou o altar que ficava em Betel e o altar feito por Jeroboão, filho de Nebate, que havia levado Israel a pecar. Ele queimou o altar, reduzindo-o a pó, e queimou o poste-ídolo. 
Olhando ao redor, Josias viu as sepulturas que estavam ali no monte e mandou tirar os ossos que nelas se encontravam; e os queimou sobre aquele altar, e assim o profanou, conforme a palavra do SENHOR proclamada pelo homem de Deus que predisse essas coisas. 
Então perguntou: Que monumento é este que vejo? Os homens da cidade responderam: É a sepultura do homem de Deus que veio de Judá e predisse essas coisas que acabas de fazer contra este altar de Betel. 
Então Josias disse: Deixai-o como está; ninguém mexa nos seus ossos. Eles deixaram os seus ossos como estavam, juntamente com os do profeta que havia vindo de Samaria.
Josias tirou também todos os santuários dos altares das colinas que havia nas cidades de Samaria, que os reis de Israel haviam feito para provocar o SENHOR à ira, e lhes fez conforme tudo o que havia feito em Betel.
 
E matou todos os sacerdotes que encontrou ali sobre os respectivos altares, onde também queimou ossos humanos; depois voltou a Jerusalém. 
Então o rei deu ordem a todo o povo: Celebrai a Páscoa ao SENHOR, vosso Deus, como está escrito neste livro da aliança. 
Pois não se celebrava a Páscoa desde quando os juízes julgavam Israel, nem durante o tempo dos reis de Israel, nem mesmo durante o tempo dos reis de Judá. 
Esta Páscoa foi celebrada ao SENHOR em Jerusalém, no décimo oitavo ano do reinado do rei Josias.
A Igreja precisa ajudar aos pais a defender seus filhos de tanto lixo que nos chega através da Televisão. Não sou contra a televisão, nem a internet, mas só sim contra o lixo que nos chega muitas vezes através deles. Ao mesmo tempo, os pais e a Igreja precisam trabalhar juntos como uma voz profética diante das autoridades e governo brasileiro para acabar com politicas passivas diante da idolatria, a feiticeira, o paganismo e o engano religioso em nome da cultura africana ou a falsa tolerância. Jesus Cristo é o Rei do Brasil, e todo o que Brasil tem e tem recebido de bom vêm de Deus.

Finalmente, acho que estas exorcistas adolescentes possivelmente tenham sido enganadas por um certo fervor religioso mau encaminhado. A diferença de muitos dos meus irmãos reformados, acredito que existem sim pessoas possuídas por demônios, e que precisam ser libertadas, mas isto está longe do que tenho visto e observado em tantas falsas igrejas no Brasil, ou no vídeo que segue.



Minha experiência pastoral é que os demônios se manifestam quando o nome de Jesus é mencionado, e são vencidos somente através de tal nome. Nem cruzes, nem agua bendita, nem bíblias, fazem diferença alguma, somente o Nome sobre todos os nomes, Jesus Cristo, quem era, quem é, e quem vai vir.

A Ele seja toda a glória, honra e poder; agora e para sempre. Amém.

+

Um comentário:

  1. Curiosa noticia. Tambem creio que muita coisa deve ser jogada fora dos meios de comunicação. Mas particularmente a obra de Herry Porter, como Senhores dos Aneis tem sido fartamente estuda pelo lado Teologico. E com varios aspectos interessantes. Ou seja não creio que apenas ler o texto baste para julgar se é cristão ou não. Precisamos nos aprofundar no sub texto que as obras carregam

    ResponderExcluir