Alguém me dá um tiro…


Sinceramente, sou uma pessoa que gosto da paz e solitude. Prefiro não ter problemas e ficar na minha, mas tem coisas que me causam tal repudia e abominação, que fica difícil permanecer em silêncio mais. Como falam por aqui, "fala serio tem coisas que não dá para ficar calado."

Hoje, alguém mandou um site de uma "igreja." Por favor, parem de enviar estas abominações, não edificam e terminou ficando profundamente entristecido com o que as pessoas estão fazendo com a Noiva de Cristo.

Esta chamada "igreja" se diz "anglicana," nem vou escrever o que pensei quando entre em tal site. Só sei que pensei, "alguém me dá um tiro..." Com certeza, tem alguns que ficariam felizes de fazer isso.

Em fim, nela se apresentava a Jesus, como um Mago; se convidava as pessoas a participar a escola cristã de magia, entre outras coisas que nem dá para acreditar para um cristão reformado.

Em fim, pessoal, não se deixem enganar, a maioria das pessoas que se apresentam como "bispos anglicanos" na internet, simplesmente não tem a formação adequada para tal posição dentro da igreja cristã. Evidentemente, as leis brasileiras permitem que qualquer pessoa possam ir ao cartório e legalizar uma igreja, assim se convertem no pastor, padre ou bispo.

Alguns deles deveriam estar na cadeira, porque já tenho visto e lido nos jornais de tudo sobre algumas pessoas que se dizem "pastores" e "bispos." Alguns deles já estão indo a cadeira, olha aqui. Outros tem sido ordenados e sagrados por um cara no Chile que era um dos maiores ladrões, clique aqui e veja o jeitinho dele. Este é o "arcebispo" que consagrou alguns dos chamados "bispos" no Brasil. Pois é, tem muito lobo vestido de mitra, sim.

O problema é que tem muito picareta, muito ladrão e muito enganador nas igrejas no Brasil. Infelizmente, isso acontece, porque as pessoas não buscam mais a verdade, nem querem seguir o caminho estreito, mais desejam seu próprio jeitinho.

São Agostinho de Hipona já escreveu faz muito tempo, "Se você crê somente no que gosta do evangelho e rejeita o que não gosta, não é no evangelho que você crê, mas, sim, em si mesmo."

Se você me pergunta, prefiro a paz e a solitude, contudo tem tempo onde temos que levantar-nos contra as mentidas de satanás e a iniqüidade do povo, prepara-nos para a batalha (espiritual) e vestir a armadura contra todas as forças que se levantam para enganar o povo de Deus.

Que Deus nos dê coragem para ser fiéis discípulos de Cristo, como a igreja primitiva se levantou e combateu os falsos profetas e as emergentes heresias que se levantavam ao redor dela, sendo estas uma ameaça de morte para a vitalidade e a própria existência da Igreja de Cristo.

Por certo, meu filho, isso não acontece somente entre os anglicanos, não. Já gostaria que fosse assim, de verdade. Infelizmente, os anglicanos conseguimos ver rapidamente estes personagens. Contudo, o que tem de lobo devorando nas igrejas evangélicas e católicas, não é brincadeira, não.

A solução resta na fome pregação da Palavra de Deus, viver o evangelho e confiar no poder do Espírito Santo para santificar Sua Igreja e cumprir a missão de Deus. Esta é a confiança que tenho depois de tantas batalhas e conflitos enfrentados. E, com tal certeza, me proponho continuar firme pregando as Escrituras e lutando contra os falsos ministros que se levantam no Brasil.

A Deus seja dada toda a glória. Amém.

+

2 comentários:

  1. Simplesmente horrível saber disto. Triste saber de pessoas que consideram a Cristo como insuficiente e juntam práticas medonhas como as que li na imagem de seu post. Continue na luta da fé, amado irmão.

    ResponderExcluir
  2. Caro Bispo,

    Muito obrigado por divulgar a página de nossa Igreja em seu site. Sentimo-nos honrados em marcar presença por aqui. O que mais nos espanta é o fato de sua denominação religiosa se intitular anglicana, quando não existe nada mais oposto ao espírito anglicano do que aquele que pudemos encontrar na página de sua denominação. O anglicaninsmo nunca foi sectário e unilateral. Sua compreensão do anglicanismo é totalmente anti-anglicana, sectária, dogmática, fomenta e produz ódio inter-religioso, alienação e fanatismo. Pena que o senhor ainda se encontra preso ao sistema religioso e aos dogmas e ainda não se abriu a verdade do Evangelho. O sistema religioso produzcegueira, fanatismo, ódio e alienação. O Evangelho liberta o homem de todas as suas alienações, preconceitos, recalques e ódios. Assim é nossa Igreja: uma comunidade verdadeiramente anglicana e evangélica no real sentido da palavra. Não somos religiosos, somos Cristãos!

    ResponderExcluir