Superar a preguiça teologica


Acabei de ler o mensagem do Arcebispo Eliud Wabukala que faz na reunião de FCA esta semana. Eu leitura muito recomendada. Uma das seções que mais tem feito refletir, tem sido as seguintes palavras:
Devemos de resistir a tentação de ser teologicamente preguiçosos. Nosso objetivo de uma Comunhão Anglicana reformada, renovada, não será sustentada se somos relutantes a apoiar e animar aqueles que estão dotados para fazer a formação e desenvolver a teologia tão essencial para dar profundeza e expansão dá nossa visão, tanto dentro da Igreja como além dela. Necessitamos recuperar a visão dos Reformadores Anglicanos, de cristãos normais conhecendo as Escrituras e sendo nutridos pelos ensinos bíblicos. Igualmente, necessitamos lideres, leigos e ordenados, capazes de dar uma defesa robusta da fé apostólica na arena publica global. Se não fazemos isso, as ideologias seculares que tem tão poderosamente formado o Cristianismo revisionista e liberal na Comunhão vão apertar o punho. O Senhor, nosso Deus, não pode permiti-lo. Ele nos chama a seguir em frente
Realmente, esta palavras são uma chamada para que a Igreja desperte e seja, novamente, os agentes de transformação da sociedade. Temos diante nosso, o desafio de ser relevantes em meio de uma sociedade que começa a desacreditar no povo de Deus.

Não podemos seguir sendo preguiçosos. Não podemos seguir esperando os autores americanos responder as questões. A Igreja precisa animar e apoiar aqueles que Deus chamou entre nós para promover a sã doutrina e o estudo das Escrituras.

As palavras do Arcebispo Eliud mostra a sabedoria dos líderes do Sul Global. Norteiam nossa direção, lembrando da certeza que temos em Cristo.

+

0 comentários: