Se você quer ser pastor... seja primeiro parte da família


Sempre lembrarei a primeira vez que fui a uma reunião de pastores. Fiquei sem graça. Não tenho certeza de que era o que esperava, mas tenho certeza de que não esperava que fosse o que encontrei.

Parecia uma reunião de profissionais compartilhando todas suas frustrações. Falavam com rancor das suas congregações, e suas frustrações de que as pessoas pareciam que não faziam aquilo que se esperava delas. Poderia dizer muito mais coisas, porém não acho que seja apropriado.

0 comentários:

Se você quer ser pastor...


Nem fazia dois anos que morava no Brasil, quando percebi a solidão de muitos pastores. Possivelmente, a idéia de Café com o Bispo surgiu com os líderes que tenho pastoreado nos últimos três anos tomando um café.

Tive pastores de outras denominações chorando desconsolados, porque só encontravam uma voz amiga na minha casa. Ou os jovens que desejavam servir a Deus, mas que só encontravam a palavra “não” nas suas respectivas denominações. Poderia contar tantas histórias que dá medo.

0 comentários:

Você quer ser pastor?


Cada semana recebo vários e-mails de pessoas que desejam ser pastores anglicanos. Estão interessados em ser parte da igreja, e mostram toda vontade e lealdade a uma igreja, a Igreja Anglicana Reformada, que ainda não conhecem.

Eu sempre os aconselho a ler os Cânones da igreja e dar uma boa lida no site da Igreja Anglicana Reformada. Eu sei que isto não vai dar uma visão completa do que somos, porém vai dar uma ideia geral do que somos e onde estamos indo.

Agora bem, se alguém quer ser pastor de verdade; em outras palavras, pastor como ministério (servir ao povo de Deus) e não como uma função (busca de títulos) ou hierarquia (desejo de poder). Então, busque primeiro um emprego que possa sustentar sua família. Não tente depender do sustento da igreja.

2 comentários:

Aos assembleianos o que é dos assembleianos


Na quarta feira, estive em um Café com Pastores e Líderes em Pindamonhangaba. Na verdade, sempre me pergunto se devo ir ou não, mas o desejo de ter comunhão com outros líderes Cristãos faz com que acabe indo.


Nestas reuniões, sou um peixe fora da água. Temos diferentes costumes e tradições; divergências teológicas importantes; diferentes histórias, e os governos eclesiásticos não tem nada a ver um com o outro. De fato, inclusive usamos palavras semelhantes para descrever coisas diferentes.

Uma vez dito isso, aconteceu um fato que fez com que decidisse escrever este artigo.

No final, quando estava quase entrando no meu carro, um pastor assembleiano de Taubaté me chamou. Ele queria conversar comigo.

Ele me perguntou se tinha alguma coisa a ver com os católicos. Tentei explicar que não. Expliquei com calma que os Anglicanos somos evangélicos, protestantes e reformados. Somos uma igreja histórica, com muitos séculos de existência. Porém, ele não pareceu convencido com minha explicação, assim que tentei explicar porque estava usando camisa clerical. Mas ele seguiu sem estar muito convencido.

A situação se alargou por uns minutos. Possivelmente, o sotaque e o portunhol que eu falava não ajudou muito na situação. Afinal, o irmão me deu um folheto evangelístico da Interlink (folheto que foi desenhado por um bom amigo meu, Aramis, de SJC), e me convidou a ler o tratado evangelístico.

Eu não fiquei ofendido, mas achei muito engraçado. Pensei, “o bispo foi evangelizado.”

Afinal de contas, muitos pensam igual a este irmão, “será que realmente os anglicanos somos cristãos?” Isto será uma pergunta que deve ser respondida em outro momento.

Agora, preciso refletir que este evento mostra o principal motivo pelo qual as Assembleias de Deus, com todos seus problemas, brigas e conflitos, são a igreja mais forte no Brasil.

Você pode ir no meio do mato, e posso assegurar que vai encontrar uma Assembleia de Deus. Portanto, temos que dar aos assembleianos o que é dos assembleianos. Eles são verdadeiros evangelistas. Acreditam no poder de Deus para converter as pessoas e vivem conforme esta crença.

Podemos seguir mostrando os erros, que são muitos, desta denominação, porém é também tempo de reconhecer que as igrejas históricas, e a igreja anglicana em particular, precisamos aprender dos testemunhos das Assembleias de Deus... e ser proclamadores da graça e amor de Deus por um mundo caído.

Por isso, quero agradecer a este irmão que foi usado por Deus para lembrar que precisamos ser mais ativos na obediência do mandato divino de ir a todas as nações, fazer discípulos, batizar em nome da Trindade e ensinar a obedecer tudo o que Jesus ordenou.


4 comentários:

A força de transformação do ensino


O papel do ensino é fundamental para transformar qualquer nação e definir um futuro cheio de esperança. Sem uma boa formação, estaremos condenado as próximas gerações a mediocridade.


"Temo que as escolas venham a ser portas abertas para o inferno, a menos que diligentemente trabalhem explicando as Sagradas Escrituras, colocando elas no coração dos jovens. Não aconselho ninguém a colocar seu filho onde as Escrituras não reinem supremas. Qualquer instituição em que os homens não estão permanentemente ocupados com a Palavra de Deus termina corrupta." Martin Lutero

Martin Lutero começo uma revolução na educação quando ele traduz a Bíblia ao alemão e, através da imprensa, conseguiu fazer chegar a Bíblia aos alemães do século 16.

Isto desperto a necessidade de ensinar as pessoas ler, assim poderiam ler e estudar a Bíblia. Aquilo foi o principio de uma revolução que levo as igrejas protestantes estar a frente da luta pelo ensino de qualidade para todas as pessoas.

3 comentários:

Porque quero ser “Deixado para trás”


Possivelmente, uma das doutrinas mais comuns hoje entre os muitos crentes, é aquela que foi popularizada na serie de livros, “Deixados para trás.” Em inglês, seria “Left behind.” O livro foi transformado em filme, que ainda teve maior repercussão entre os crentes brasileiros.

Sendo um país onde os pentecostais tem tanta força numérica, então não é de surpreender que esta posição teológica seja tão preeminente no contexto brasileiro.

2 comentários:

Amanha, réveillon gospel... todos convidados



Sabiam que estamos todos convidados a uma grande festa? A festa de réveillon gospel do fim do mundo. Não sei se você estava sabendo, mas amanhã o mundo vai acabar.


De verdade, tem um grande profeta dos USA (de onde tinha que ser?) que tem entendido os tempos e as horas, e tem entendido e mostrado o caminho do fim do mundo.

Portanto, quero convidar todos para esta grande festa. Onde vamos celebrar o fim do mundo, e o principio do novo. E, como não poderia ser, este novo mundo (que não é América) vai começar com um banquete de casamento que vai ser um evento inacreditável.

5 comentários:

Nos nossos tempos, o que é um cristão?


Sem duvida, se alguém perguntasse esta questão hoje, minha resposta seria clara e firme, “um cristão hoje é um discípulo de Cristo. E aquele que vive a graça imerecida e a salvação que recebeu. Um Cristão é uma pessoa que sabe que Cristo é o Senhor da sua vida e o autor da sua salvação eterna.”

Isto é a doutrina essencial a partir da qual todas as outras se desenvolvem. As Escrituras são claras, “só Ele é minha rocha e minha salvação.”

0 comentários:

Acorda Igreja, Cristo chama

um brasil novo

“Não nos cabe indagar a história das fortunas dos pobres e dos ricos que se tornaram ministros” 


Esta foi a resposta do Presidente da Comissão de Ética da Presidência, diante do fato de que Antonio Palocci, novo ministro-chefe da Casa Civil, poderia estar envolvido em certas irregularidades por ter multiplicado o seu patrimônio por 20 em quatro anos.

Fiquei sem graça diante de tais declarações daquele que deveria ser o defensor da ética no governo. Afinal de contas, o nome de Palocci apareceu envolvido em diversos casos e escândalos políticos nos últimos anos. Podemos lembrar o Caso de Leão (2005), o Mensalão (2005) e Caso do Caseiro (2006).

Com este historico, deveria ser o próprio Palocci o primeiro em querer mostrar sua inocência; afinal, ele não é qualquer ministro. Falar que isto é uma jogada política da oposição, simplesmente é tentar nao responder a pergunta sobre como alguém tem feito tanto dinheiro em um tempo tão breve. Sobretudo, quando ele sempre tem estado em meios políticos diversos.

Diante desta noticia, minha pergunta é, “qual deveria ser a resposta da Igreja?”

Eu acredito que os cristãos deveriam ser os primeiros em pedir que sejam esclarecidos estes fatos. Precisamos lembrar aos políticos que, se desejam ser servidores públicos, então desejamos saber o que faziam e como atuavam antes de ser políticos, porque poderemos ter certeza de que vao agir da mesma forma que antes de ser políticos.

Por este motivo, podemos conhecer muito de um politico através da sua vida privada e pessoal.

Os cristãos estamos chamados a ser exemplos de boa cidadania. E, portanto, como cidadãos responsáveis, precisamos conhecer aqueles que vão decidir o futuro do nosso país. Afinal, não seria a primeira, nem a ultima vez, que os nossos governantes estejam envolvidos em casos de corrupção e malversação de dinheiro publico nos últimos anos.

Os nossos políticos tem o dever de explicar como conseguiram acumular tanta riqueza, e precisamos lembrar que eles são servidores do povo brasileiro e, sempre, devem tomar decisões seguindo os ensinos de Cristo. Do contrario, estão trabalhando por politicas partidistas, interesses financeiros (ou pessoais) ou lobbies.

Salmos 33.12 diz, “Como é feliz a nação que tem o Senhor como Deus, o povo que ele escolheu para lhe pertencer!”

A Igreja precisa ser novamente a defensora da ética na vida publica e privada. Já está na hora de que a Igreja se desperte como uma voz profética contra a iniquidade tão presente na nossa sociedade.

Infelizmente, parece que a Igreja está mais interessada em problemas internos dela, fazendo com que continue sendo totalmente irrelevante na sociedade brasileira atual.

0 comentários:

A comunhão dos não-envergonhados


Recentemente, encontrei nas minhas leituras o texto de um jovem pastor de Zimbabué que escreveu este texto pouco antes de ser morto pela sua fé cristã.

Lendo este texto, percebo que precisamos de pastores entregados a Cristo neste Brasil onde abundam tantos picaretas, mentirosos, farsantes e falsos profetas. Homens sem vergonha que se dizem de Deus. Prometem ser amigos, mas não tem medo de vender sua alma por umas poucas moedas ou títulos.

Hoje, faço minha esta declaração... e seguirei trabalhando pelo Evangelho de Cristo até que Deus me leve na sua presença.
TEXTO: A comunhão dos não-envergonhados 
A minha descisão está tomada. Eu tenho o poder do Espirito Santo. Sou um Discipulo de Jesus Cristo. Não irei olhar para trás, desisitir, demorar-me, andar para trás, ou ficar quieto. Meu passado esta redimido, meu presente faz sentido, e o meu futuro esta seguro. Parei de ter uma vida chula, ações instintivas, planos pequenos, joelhos macios, sonhos obscuros, espectativas mansas, conversas mundanas, e objetivos minúsculos. 

Não mais preciso de preeminência, prosperidade, posições, promoções, aplausos ou popularidade. Não necessito ser o primeiro, reconhecido, louvado, considerado, premiado ou compensado. Eu agora vivo pela presença, aprendo pela fé, amo pela paciência, ergo por oração, e trabalho atravês de poder.

Meu rítmo está preparado. Meu alvo é o céu. Meu caminho é estreito. Meus companheiros são poucos. O meu guia é confiável. Minha missão é clara! Eu não posso ser comprado, comprometer-me, ser desviado pela adversidade, negociar à mesa do inimigo, ponderar diante do apelo da popularidade, ou vagar pelos descaminhos da mediocridade.

Em oração, absolutamente decidido, permanecerei no longo corredor do serviço de Cristo. Sou um discipulo de Jesus! Lutarei enquanto tenha tempo, estarei comprometido com Ele até as últimas consequencias, partilharei o que sei, servirei até que ele venha. 

E quando vier para buscar os seus, Ele não terá nenhum problema para me reconhecer, pois "Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê..." (Romanos 1:16)
Um vídeo que mostra este texto na sua forma original:


Agora mais que nunca, estou comprometido a mostrar os erros, falsidades, falsos profetas e picaretas que surgem por todo canto no Brasil. Vocês estão brincado com Deus, e chamo ao arrependimento antes de que o juízo de Deus venha sobre vocês.

Que Deus tenha misericórdia de nós, pecadores.
.

2 comentários:

Um novo, mas antigo, modelo de discipulado


O modelo atual de ensino na maioria dos países ocidentais está baseado no valor dado à promoção da informação e a passar certa informação de uma geração a outra. O conhecimento, e também, portanto, se pode chegar a considerar, a sabedoria, é definido na prática como uma coleção de informação aprendida. De fato, às vezes a relação entre o mestre e o aluno não é considerada importante, ou relevante. Nos casos que se pode considerar positiva, é no sentido do aluno prestar atenção e aprender a informação que é passada nas aulas.

Aqueles que estamos preocupados com a formação, ensino e a educação, percebemos que este sistema tem muitos pontos fracos, só precisamos pensar que aqueles professores que eram considerados os melhores, eram os que mais nos inspiravam além da informação que transmitiam. O que hoje falamos ensino, ou formação, nas Escrituras se chama raciocínio; por exemplo, Atos 17.2; Atos 17.17; Atos 18.4.

Quando observamos o modelo bíblico de ensino, podemos observar que é relacional e interativo (Lucas 2.46-47). Isto é percebido quando observamos a nossa sociedade atual. Qualquer pai responsável se preocupa com a educação dos seus filhos. Portanto, quando os filhos voltam da escola, um pai ou mãe brasileira, talvez, pergunte ao seu filho, “O que você aprendeu hoje na escola?” Se fosse na cultura hebraica, possivelmente, a pergunta seria mais nas linhas seguintes, “Perguntaste alguma boa pergunta hoje?”

0 comentários: