Despertando os Gigantes, Parte IV


Além da nossa visão, está a visão de Deus

Não faz muito tempo estava falando com um pastor que compartilhava sobre a visão que tinha recebido de Deus, e como sua igreja não estava entendendo o que Deus estava falando. Escutei atentamente, e depois pensei, “será que é assim?”

Sem dúvida, Deus dá visões do que ele deseja realizar através da sua igreja, tanto universal como local. Esta visão é importante para saber onde queremos chegar. Onde Deus nos está dirigindo para fazer visível o seu Reino na terra.

0 comentários:

Despertando os Gigantes, Parte III

Não somos o centro do universo

Existe uma tendência muito grande entre os líderes bem sucedidos de pensar que são  imprescindíveis para a obra de Deus. Muitas vezes nem eles mesmos percebem este fato até que Deus mostra esta realidade.

Eu mesmo vivi isso no ministério. Faz 9 anos comecei uma missão que rapidamente cresceu até chegar, em menos de cinco anos, a ter 1.200 igrejas ao redor do mundo. Porém, quanto mais sucesso tinha, não necessariamente estava mais perto da vontade de Deus para minha vida.

Ao mesmo tempo, chega um momento que todos pensam que você é imprescindível para as coisas seguirem adiante, e você começa a acreditar nisso também.

Infelizmente, isso não é certo. Ninguem é imprescindível. De fato, se visitamos os cemitérios vamos encontrar muitas pessoas que, em algum momento, eram imprescindíveis, mas depois deles, a vida continuou.

1 comentários:

Despertando os Gigantes, Parte II


O Que é o que faz um líder fazer o que faz

Os verdadeiros líderes são uma espécie diferente. Eles veem coisas que outros não veem, e atuam de um jeito incompreensível muitas vezes para aqueles que estão ao redor deles.

Existem diversos jeitos de ser líderes, só precisamos olhar a história para poder ver este fato. Inclusive, isto pode ser encontrado na própria Igreja. Nem sempre é uma coisa negativa, mas nem sempre é um fato positivo.

Com certeza, um líder cristão que deseja seguir de verdade o exemplo de Cristo, precisa ser um servo do povo de Deus. Em outras palavras, ainda tendo a autoridade conferida por Deus, e poderia ser um tirano, o líder cristão usa o seu poder e autoridade para que o povo de Deus cresça como pessoas espirituais; capazes de viver sem depender do líder mas Cristo; sejam cidadãos responsáveis e exemplos de vida no trabalho, na família, na igreja, na escola e, inclusive, quando a porta da casa fecha e ninguém os vê (bem ninguém, ninguém, não exatamente, porque Deus sempre vê).

1 comentários:

Despertando os Gigantes, Parte I


Líderes multiplicam líderes

Como bispo, uma das grandes alegrias e desafios que enfrento é formar líderes íntegros para ser verdadeiros homens de Deus. Nem sempre, é um processo fácil, mas sempre é um processo que requer muita graça, amor e sabedoria de Deus.

Em Lucas 6.12-16, lemos que Jesus "escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos."

Uma leitura superficial do evangelho poderia levar alguém a pensar que aqueles doze homens foram escolhidos por Jesus por terem as condições suficientes para desenvolver sua obra. Inclusive, podemos chegar a pensar que aqueles doze homens foram escolhidos por Jesus dentre a multidão de discípulos, porque eram os mais importantes, ou os mais competentes, ou os mais capacitados, ou porque estavam prontos para cumprir o propósito de Jesus para sua igreja após sua ascensão.

Na verdade, não foi assim, porque o que lemos no evangelho de Lucas é o inicio de uma caminhada de três anos, pois, aqueles homens estavam entrando no melhor seminário teológico para ser moldados, mudados, transformados e formados por Jesus.

3 comentários:

O Leccionário, o que é isso?


O leccionário é um lista de leitura bíblica que tem sido distribuída por um período de tempo para que assim possam ser lidas, estudadas, ou pregadas, em cultos ou no estudo pessoal.

Geralmente, estas leituras seguem o calendário cristão, sendo divididas de diversas formas. 
Geralmente, o culto de Santa Ceia tem uma leitura do Antigo Testamento, outra do Novo Testamento, uma leitura de um dos Evangelhos e um Salmo.

A Igreja tem usado algum modelo de leccionário por muitos séculos. De fato, isto foi desenvolvido a partir da pratica das sinagogas, que usavam um leccionário para determinar as leituras da Tora e dos Profetas durante o culto.

Um exemplo claro, se encontra em Lucas 4: 16, “E, chegando a Nazaré, onde fora criado, entrou num dia de sábado, segundo o seu costume, na sinagoga, e levantou-se para ler.” 

Também, podemos ver claramente na primeira carta do apóstolo Paulo ao bispo Timóteo que esta pratica tinha sido adotada nos cultos das primeiras igrejas cristãs, porque lemos em 1 Timóteo 4.13, “Até à minha chegada, aplica-te à leitura, (leitura: leitura pública das Escrituras) à exortação, ao ensino.” (Almeida Revista e Atualizada) 

6 comentários:

Porque os crentes não lêem a Bíblia?


Se você lê muitos dos blogs cristãos atuais, inclusive aqueles que são críticos com a situação atual da igreja, você vai ficar surpreso com o pouco, ou quase nada, da menção de textos bíblicos que você vai encontrar em muitos destes blogs.


Se você ler livros cristãos, eu recomendo a você comparar qualquer livro escrito até principios do século 20, sobretudo reformados, e vai encontrar autores com um grande conhecimento das Escrituras.

Eu tive sorte quando me converti. O meu mentor me ajudou a encontrar nas Escrituras a fonte da minha nova vida. Através das Escrituras, encontrei um Deus que transforma e nos faz novas criaturas através do Espírito Santo. Cada dia tem sido um desafio para vencer minha velha natureza e ser mais como Cristo.

Em Romanos 12.1-2, “Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Existem diversas formas de renovar nossa mente. Todas elas são importantes na nossa caminhada. A verdade é que a questão de ser transformado pela renovação da nossa mente, merece um artigo especial.

Agora bem, tudo começa pelo obvio, ler as Escrituras, porque do contrario, como vamos saber em que direção precisamos mudar e como temos que ser transformados?

Se não conhecemos o que Deus está fazendo nas nossas vidas, os ensinos de Cristo e o plano de Deus para a humanidade, vai ser difícil seguir a orientação do Espirito neste processo de renovação e transformação.

Não existe nenhum outro livro como as Escrituras. Ele é muito melhor que qualquer livro de autoajuda que podamos ler, cristão ou não.

As Escrituras contem a revelação completa de Deus. Como escreveu o apostolo Paulo ao bispo Timóteo, “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra” (2 Timóteo 3.16-17)

Portanto, precisamos estar “cheios da palavra.” Isto requer um tempo regular, de qualidade, onde possamos estudar e meditar realmente nas Escrituras. Porém, conhecer as Escrituras requer viver os ensinos que encontramos nelas. A nossa vida precisa ser moldada ao estilo de vida de Jesus e aos ensinos que encontramos nas Escrituras. Só conhecendo estes, poderemos viver, agir e atuar nesse sentido.

Não é suficiente acreditar que a Bíblia é a palavra de Deus. Você pode acreditar que é inspirada e tem autoridade, porém pode seguir os seus próprios caminhos e nem fazer que esta crença mude em nada o seu estilo de vida. Se não acredita nisto, só precisa dar uma olhada em muitas igrejas.

A questão é como devemos ler as Sagradas Escrituras?


Aqui gostaria de escrever algumas sugestões. Existem muitos artigos e livros sobre este tema, também. Mas o mais importante conselho que eu posso dar é leia a Bíblia.

Precisamos entender que a Bíblia é um livro sagrado, portanto precisa ser lida reverentemente


Eu não posso parar de repetir o óbvio, a Bíblia é diferente de qualquer outro livro, porque é o único livro que foi “inspirado por Deus” (1) na historia da humanidade. As Escrituras são a revelação escrita, inspirada, e infalível.

Isto estou escrevendo para os cristãos, porque realmente penso que nem todos os Cristãos acreditem neste fato na hora da verdade. Devemos começar a saber que estamos falando com o Deus soberano, criador do céu e da terra. Ele enviou o seu Filho unigênito para ser o nosso salvador, mas também o nosso Senhor. Então, ja esta na hora de pararmos de tratar a Deus e as Escrituras, como se fosse um “moleque.”

Precisamos descobrir o temor santo que Moises mostrou quando tirou as sandálias diante da presença de Deus. (2) Precisamos recordar que estamos em um lugar santo quando lemos, meditamos e estudamos a Palavra de Deus. Devemos ler as Escrituras, tendo Deus sempre presente.

Lemos a Bíblia não para ser melhores, mas para ser transformados mais a imagem de Deus


Muitos cristãos leem as Escrituras com o desejo de ter uma nova revelação, uma revelação fresca do Espirito Santo. Porém, tem esquecido que a doutrina tem sido desenvolvida a través dos séculos pela Igreja de Deus a partir das Escrituras, da direção do Espirito e do testemunho dos Cristãos primitivos.
Quando se quer fazer doutrina, temos que seguir o modelo encontrado no Concilio de Jerusalém em Atos 15. Este tem sido até recentemente a forma de agir das igrejas Cristãs.

Quando usamos o tempo devocional para fazer doutrina, cometemos diversos erros. Primeiro, Deus está interessado primeiramente em mudar nossas vidas e moldar nossas vidas, podemos entender que o que estamos aprendendo ou ouvindo seja para outros ou para a igreja, quando na verdade seja para nós.

Segundo, muitas das doutrinas heréticas que temos hoje entre nós, surgiram exatamente neste contexto. De fato, muitas das novas “igrejas” surgiram quando o líder teve uma “revelação especial” do Espírito de Deus.

Portanto, precisamos ser sábios em diferenciar o tempo devocional (leitura, estudo e meditação da palavra de Deus) dos estudos bíblicos em grupo, estudos no seminário teológico ou as funções dos Concílios e Conselhos da Igreja.

A Bíblia deve ser devorada, como devoramos um McDonald


Em outras palavras, precisamos estar realmente com fome pela verdade e o ensino de Deus. Nosso coração precisa estar pronto para receber aquilo que vamos aprender nas palavras do livro sagrado.
Nos cristãos chegamos ao nosso tempo devocional com muitas emoções e flutuações da alma. Isto acontece por muito mais razões que poderíamos enumerar aqui. Porém uma coisa é certa, muitas vezes quando leio as Escrituras minha cabeça não está ai, ou eu não me sinto a vontade, ou tem alguma coisa incomodando minha alma.

Que podemos fazer quando nos encontramos nesta situação? Seria melhor não ler? Não, isso não seria o melhor.

Precisamos tomar um momento, e pensar se existe algum pecado na nossa vida. Alguma situação onde temos incomodado o Espírito Santo. Não estou dizendo que seja isto necessariamente, mas esta é uma opção que não podemos descartar tão facilmente.

Se existe algum pecado que precisa ser confessado, devemos confessar. Se existe alguma má ação a ser resolvida, então decida resolver. Precisamos tomar ação quando o Espírito mostre algum comportamento errado ou pecado na nossa vida.

Mas, nem sempre é um pecado, podem ser as dificuldades que enfrentamos. Os desafios que vamos ter neste dia, ou estamos cansados de um longo dia.

O certo é que a vida hoje tem muitas coisas que pedem a nossa atenção, tempo e esforço. As vezes, parece ser que ler a Bíblia seja só uma obrigação a mais. Porém, precisamos ver o estudo na palavra de Deus como parte de uma vida saudável.

Por isso, precisamos tomar atenção ao que nos está roubando o nosso apetite saudável. Uma vez tenhamos consciência disto, precisamos tomar ação positiva. De este modo, e com o tempo, poderemos dizer como o salmista, “Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais que o mel à minha boca” (3) Precisamos saborear a Palavra de Deus, e descobrir os maravilhosos tesouros escondidos nela.

Por isso, desejo dar algumas respostas que possam ajudar diante dos desafios que podemos encontrar na hora de ler as Escrituras. Isto vai requerer uma disciplina, e como toda disciplina, requer uma rotina para poder mudar nossa forma de agir, nossas atitudes e comportamentos

Primeiro, precisamos encontrar um tempo ao principio do dia para estar com Deus. Ao final do dia, possivelmente, estaremos mais cansados, portanto estaremos com menos vontade de ler e estudar a Bíblia.

Segundo, quando minha mente parece estar em mil lugares ao mesmo tempo, tento orar para que Deus acalme minha mente.

Terceiro, leia um Salmo e use o Salmo para refletir em Deus. Algumas pessoas preferem cantar os Salmos, sendo esta uma opção ótima, se você é uma pessoa que gosta de cantar. Hinos, ou cânticos cristãos, também podem ajudar. O Leccionário contem Salmos para cada dia.

Quarto, é melhor ler textos breves que vários capítulos, sobretudo se estamos preocupados, estressados ou nervosos. Podemos ler diversas vezes o mesmo texto até que este seja assimilado aos poucos. O Leccionário é ideal neste contexto. Ainda que nem sempre são tão breves os textos assim.

Quinto, escreva em um diário aquilo que surpreendeu a você. Aquilo que não sabia, ou algum novo ensino que encontrou. Também ajuda escrever um versículo que você acha que sumariza o ensino da leitura do dia.

Sexto, tente memorizar um versículo durante o dia. Um jeito interessante de fazer isso, se conhece como Lectio Divina. Tentarei escrever mais sobre Lectio Divina no futuro.

Sétimo, ao final do dia, leia de novo os textos e agradeça a Deus pelo que tem aprendido.

Oito, leia as Escrituras tomando um café, isto ajuda a fazer o seu tempo mais abençoado.

Estes oitos passos tem me ajudado muito quando tenho um grande desejo de fazer qualquer outra coisa exceto ler as Escrituras, devido a diversos motivos.

A leitura das Escrituras precisa vir acompanhada de oração


Quando comecei a escrever este artigo, encontrei esta historia que um pastor jovem escreve sobre como aprendeu a importância de ler as Escrituras acompanhadas de oração.

“Depois de passar a noite em um hotel durante um dos viagens missionários, vi o meu mentor levantar-se cedo de manha para orar e ler a Bíblia. Sem desse conta que estava desperto, e olhando ele, vi como este pastor sênior lia a Bíblia brevemente, então olhava os olhos para o céu. Ele faz isto repetidamente até que terminou o seu tempo devocional. Aquele dia aprendi uma coisa muito importante que nunca mais esqueci: A Bíblia precisa ser lida com um coração em oração.”

Portanto, precisamos orar para acalmar a nossa mente, preparar nosso coração em oração e orar a cada instante para que Deus nos mostre o que Ele deseja que aprendamos daquele texto para nossa vida, família, emprego e vida.

Devemos ler a Bíblia em obediência


Martin Luther disse uma vez que os Cristãos precisavam viver “sob a palavra." Em outras palavras, precisamos submeter nossa vida e ações aos seus mandamentos e imperativos.

Afinal, não podemos esquecer que Jesus terminou o Sermão da Montanha dizendo, "todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha"(4)

Estudamos e lemos a Palavra de Deus para conhecer a perfeita vontade de Deus para nossas vidas e, assim, pôr em pratica em obediência a Deus aquilo que aprendemos nas Escrituras.

Se não obedecemos a palavra de Deus, então de que nos diferenciamos de satanás? Ele também acredita em Deus, mas não obedece a Deus. (Tiago 2.18-19)

Sempre peça a Deus um coração disposto a ser obediente e desejoso de servir a Deus e amar ao povo de Deus.

Precisamos ler as Escrituras lentamente


Devido a própria natureza da Bíblia, precisamos entender que não devemos ler as Escrituras correndo. Se é certo que, as vezes, Deus se mostra em meio da tormenta, isto não significa que geralmente Ele esteja disposto a ensinar-nos no meio da correria do dia a dia.

Do mesmo modo, que é muito mais saudável mastigar a comida lentamente quando comemos, também temos um maior beneficio quando tomamos tempo para ler a Bíblia adequadamente.

Por este motivo, se você não tem muito tempo pela manha, porque esta atrasado, É melhor ter a leitura de um só texto e uma oração breve, mas enfocada em Deus, que tentar fazer muita cosia apressadamente. Ao mesmo tempo, você pode deixar a leitura das Escrituras para depois. Assim, vai ter mais tempo para que o que esta lendo seja de proveito para sua vida.

Por certo, se acontece muitas vezes que esta apressado por falta de tempo de manha, talvez, seja bom sentar e repensar o seu dia. Por exemplo, indo dormir mais cedo e levantar mais cedo. Afinal, a serie ou novela não é mais importante que o seu tempo com Deus.

A Bíblia deve ser lida honestamente


Quando os cristãos lemos as Escrituras, temos de ter sempre presente que ela é a Palavra de Deus escrita e revelada. Portanto, temos que aceitar aquilo que ensina, suas afirmações e orientações, seguindo seus princípios e obedecendo os seus mandamentos. Do contrario, não estaremos sendo sinceros com nós mesmos, nem obedientes ao nosso Senhor, Jesus Cristo.

Se abrimos a Bíblia e lemos o conteúdo dela com um coração sincero e honesto, então o Espirito Santo regularmente usara a Palavra de Deus para ensinar, repreender, corrigir e educar.(5)

Precisamos ser honestos com Deus, quando lemos as Escrituras em oração. A só ideia de tentar enganar, ou explicar nossa visão dos fatos a Deus, é um absurdo, porque Ele conhece os nossos mais profundos pensamentos e desejos.

Precisamos ler as Bíblia sistematicamente


Existem muitos modelos de leitura das Escrituras que podemos usar. Minha recomendação é o leccionário diário, porque lá tem as leituras divididas no antigo e Novo Testamento, os Salmos e os Evangelhos.

Deste modo, lemos a Bíblia sistematicamente seguindo um modelo usado por milhões de cristãos em todo o mundo através dos séculos.

No meu próximo artigo, estarei falando mais sobre o Leccionário.

A Bíblia deve ser lida diariamente


Esta é uma das afirmações mais óbvias, mas não necessariamente uma afirmação que seja verdade na vida da maioria dos Cristãos. Por isso, precisamos mudar este fato para que a leitura da Bíblia seja realmente diária.

Jesus diz, " Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus."(6)

Da mesma forma que precisamos comer diversas vezes ao dia, também precisamos ler as Escrituras a cada dia e, se é possível, mais de uma vez. Porém, é melhor ler uma vez por dia que nenhuma. As vezes tentamos abarcar muito em um breve período de tempo, e ficamos desanimados ou, pior ainda, aborrecidos.

Se você tem tentado perder peso caminhando, ou correndo, talvez tenha feito o mesmo que eu. Desejo perder peso rapidamente, assim que tento esforçar-me demais nos primeiros dias, mas depois o meu corpo está quebrado. Se, realmente, desejo perder peso, vai requerer uma verdadeira mudança de vida e hábitos alimentares, se desejo perder peso e seguir saudável.

Quando falamos de ler as Escrituras diariamente, também é do mesmo jeito.

Por favor, não tente ocupar o seu tempo devocional lendo livros, ou devocionais diários. Com certeza, eles tem seu lugar e importância na nossa caminhada cristã. Contudo, eles não são substitutos da leitura da Bíblia. A Bíblia é o único livro que contem a eterna e infalível verdade de Deus nas suas paginas. Precisa ler a Palavra de Deus todo dia.

Uma nota final


Este artigo só contem algumas sugestões. Espero e desejo que elas possam ser de ajuda, talvez você tenha outras sugestões que podem ser de ajuda na minha caminhada, ou de outro leitor. Pode sentir-se a vontade em compartilhar conosco.

Ao mesmo tempo, existem muitos outros bons recursos escritos que podem ajudar você a ler, estudar e meditar a Bíblia. Mas não se esqueça que nada substitui a leitura das Escrituras ao final do dia.

Minha oração é que o Autor da Bíblia ilumine seu entendimento, guie o seu coração no amor único de Deus, e edifique a Fé na sua vida, quando voce estiver lendo a palavra de Deus.

– Soli Deo Gloria –



2 comentários: