São Alban, o primeiro mártir Anglicano



Alban foi o primeiro mártir Cristão na Inglaterra. No livro, História Eclesiástica do Povo Inglês, Venerável Bede escreve que Alban era um pagão vivendo em Verulamium (agora a cidade de St. Albans na Inglaterra), se converteu ao Cristianismo, e foi executado por decapitação no morro sobre a população romana de Verulamium.

A data da execução de Alban nunca foi estabelecida com total certeza. Possivelmente, foi morto no final do século III ou princípio do século IV.

A morte de Alban foi causada pelas seguintes circunstâncias: Alban recebeu na sua casa um presbítero Cristão fugitivo. Através do testemunho deste presbítero, ele se converteu e foi batizado por ele.

Quando as autoridades conheceram estes fatos, enviaram os soldados romanos para levar preso o presbítero. Nesse momento, Alban trocou as vestes dele pelas do presbítero. Alban foi levado preso identificado como o presbítero, devido a que estava usando as vestes e hábito do presbítero. Ele foi aprisionado na Ilha de Chantry.

Quando Alban foi levado diante do magistrado, este ficou furioso pela ação de Alban e ordenou que o castigo que tinha sido recebido pelo presbítero fosse dado a Alban, se ele realmente tinha sido convertido ao Cristianismo.

Naquele instante, Alban declarou, “Adoro e louvo ao Deus vivo e verdadeiro que criou todas as coisas.” Estas palavras ainda são usadas na Abadia de St. Alban.

Devido a sua declaração, Alban foi condenado à morte e sacrificado aos deuses romanos. Ele foi levado até o cume do morro, e a sua cabeça foi cortada. Hoje, encontramos a Catedral de St. Alban onde ele foi morto.

Esta é a história do primeiro mártir cristão na Inglaterra.

+

0 comentários: