Todos os Santos, como que é?

espiritualidade anglicana

Ontem, celebramos o Dia da Reforma, hoje é Todos os Santos. Contudo existe uma rejeição entre os evangélicos de celebrar o dia de Todos os Santos, ainda que fui exatamente pela ocasião deste dia que Lutero colocou as 95 Tésis na porta da igreja.


Se o Dia da Reforma é pouco conhecido entre os evangélicos, ainda é menos entendido o dia de Todos os Santos. Muitos simplesmente falam, "isso é coisa de católico (romano)."

MAS, que é o dia de Todos os Santos?


Todos os Santos é o dia quando a Igreja visível lembra a Igreja invisível, como igreja triunfante. Deste modo, nos lembramos dos santos em Cristo e os heróis da fé que nos precederam (Hebreus 11) e comemoramos que fomos feitos santos através da morte e ressurreição de Cristo. Assim, celebramos que a Igreja não nasceu ontem, mas somos parte de uma família de 2000 anos.

Nesta oração, encontramos um claro significado do que representa para nós o Dia de Todos os Santos, sendo um belo momento para lembrar aqueles que caminharam e viveram antes de nós:
Deus Todo-poderoso, que uniste juntos teus eleitos em uma comunhão e fraternidade no corpo místico do teu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor, dá-nos graça para seguir os teus benditos santos em todas as virtudes e vida santa e que assim possamos ver a aquelas alegrias inexpressíveis que tens preparado para aqueles que te amam sinceramente, por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.



0 comentários: