Você quer ser pastor?


Cada semana recebo vários e-mails de pessoas que desejam ser pastores anglicanos. Estão interessados em ser parte da igreja, e mostram toda vontade e lealdade a uma igreja, a Igreja Anglicana Reformada, que ainda não conhecem.

Eu sempre os aconselho a ler os Cânones da igreja e dar uma boa lida no site da Igreja Anglicana Reformada. Eu sei que isto não vai dar uma visão completa do que somos, porém vai dar uma ideia geral do que somos e onde estamos indo.

Agora bem, se alguém quer ser pastor de verdade; em outras palavras, pastor como ministério (servir ao povo de Deus) e não como uma função (busca de títulos) ou hierarquia (desejo de poder). Então, busque primeiro um emprego que possa sustentar sua família. Não tente depender do sustento da igreja.

Por certo, o emprego deve ser um trabalho honroso, e não ganhar salario usando um jeitinho brasileiro que tão fortemente vemos entre os Cristãos e os que não são Cristãos.

O melhor jeito de ter um bom emprego, é investir na sua educação. Tente seguir estudando sempre e aprendendo. Deste modo, novas oportunidades vão surgir que vão permitir desenvolver sua vida laboral.

Se você tem dividas ou, como se fala popularmente, está no vermelho, então, precisa livrar-se dela através do trabalho e aprender a ser um bom administrador, entender quais são as prioridades e distinguir o que é fundamental e o que não é. Isto ajudara você a ser um bom líder.

Uma vez conseguido um emprego honroso, tente mante-lo ao máximo tempo possível. Ainda quando está servindo a Igreja. É importante que não seja uma carga econômica para a comunidade local, nem os irmãos. Existem outras prioridades para a igreja que pagar um salario ao pastor hoje.

Ao mesmo tempo, vai ter maior liberdade. Não vai depender da igreja, ou ter que agradar certos membros, porque não depende deles financeiramente. Também, ajudara imensamente o seu casamento, se você está casado. Se você tem duvidas sobre esta afirmação, me escreva e poderei explicar mais detalhadamente.

Sua experiência laboral tem aspetos práticos, os quais são importantes na vida Cristã, tanto do que se deve fazer como do que não se deve fazer.

E, qualquer coisa que você faça, nunca, nunca, nunca.... faça novamente uma divida com ninguém. Com certeza, se você não tem casa própria ou carro, vai precisar possivelmente pegar um empréstimo para comprar um dia sua casa, ou carro. Não tem outro jeito. Porém, estou falando de outras dividas nas quais se pode cair facilmente.

Sirva a igreja, aprendendo como não depender dela, mas vivendo com entrega, amor e paciência. Assim, sua vida será um exemplo autentico, como foram Paulo e outros grandes líderes cristãos.

Algum dia, Deus poderá permitir que, se Ele acha apropriado, você possa dedicar-se a tempo completo na Igreja.

Um dos pontos que mais gosto dos Cânones (estatutos) da Igreja Anglicana Reformada é que os líderes são bi-vocacionais, com a exceção de quando uma igreja local faz uma petição oficial ao bispo na qual tomam um compromisso de sustentar a tempo completo um ministro ordenado.

Sejamos exemplos de vida, sempre bons administradores e rápidos em servir ao Deus da Igreja e o seu povo eleito.
.

2 comentários:

  1. muito bom mesmo...presbiterato como fim nao apenas como meio pra ilicissitudes...presbiterato com objetividade de voltar-se para comunidade...para as pessoas ....para si mesmo para familia ....para reflexao das praticas...inclusive as pessoais ....presbiterato para se manter isento desse sistema em que vivemos...para dizer nao a impunidade ao pecado social...para ser tribuno da verdade...propagador do kerigma...presbiterato para nao ser opressor mas agente de transformaçao social...para ser portavoz do amor...da fé da esperança..de um novo mundo...de justiça e paz...que é pre estabelecido todas as vezes que pregamos essa bendita esperaça de um novo ceu e uma nova terra pois é um reino que tambem é nosso em Cristo Jesus.

    ResponderExcluir
  2. Se todos os religiosos independente da Igreja que congregam levassem a risco tudo isto, teríamos com certeza igrejas com líderes do povo trabalhando para o povo educando-os na fé e nos mandamentos de Deus.

    Parabéns pelo artigo.

    ResponderExcluir